Conecte-se conosco

Natureza Incrível

Mulher adota gata sem orelhas, mas mal imaginava que ela é quem acabaria sendo salva no final

Publicado

em

gata

Veja a relação dessas duas. Uma foi muito importante para a outra

Todos nós sabemos a importância da adoção. Ela é essencial para que muitos animais não fiquem abandonados e deixados de lado em abrigos ao redor do mundo. Apesar disso, muitos cães e gatos infelizmente são ignorados por milhares e milhares de pessoas. Se os animais sem nenhum problema já possuem uma incrível dificuldade para serem adotados, imagina só os que possuem algum tipo de problema.

Um gato chamado Otitis era como qualquer outro, ou seja, vivia em uma casa e tinha uma família. Mas tudo começou a mudar em uma visita ao veterinário. Disseram que ela estava com cistos em suas orelhas e por isso as duas deveriam ser removidas. Isso aconteceu, infelizmente. Mas na hora que mais precisava de carinho e amor, seu ex-dono alegou que não poderia cuidar dela e a deixou em um abrigo perto de sua casa.

Aquele parecia um fim. Afinal, quais as chances de uma gatinha sem orelhas arrumar um lar? Eram bem pequenas. Isso mesmo, pequenas, mas não nulas. Quando até os cuidadores estavam sem esperanças, uma universitária chamada Molly Lichtenwalner entrou pela porta daquele estabelecimento. E ela escolheu justamente Otitis!

A estudante conta que decidiu adotar a gata pois algum tempo atrás ela já tinha um cão com deficiência auditiva e ela sabe como cuidar desse animais especiais. Mas não foi só isso. Molly possui ataques de pânico e precisa de uma companhia para que eles tenham um efeito menor.

E foi amor à primeira vista. As duas viraram melhores amigas. E Molly revela que a gatinha é muito importante para ajudar no combate aos ataques de pânico e também a ansiedade que a estudante sofre.

Anúncios

Muito legal tudo isso, não é mesmo? Uma foi muito importante para a outra e agora elas não conseguem se desgrudar.

Fotos: Reprodução Internet
Fonte: Purrworld

Natureza Incrível

Cidades apagam as luzes para milhões de pássaros migrarem com segurança.

Publicado

em

 Cidades inteiras apagam as luzes durante a noite para mais de 400 espécies de pássaros migrarem em segurança. 

É que o brilho da iluminação pública pode desorientar as aves e deixá-las confusas. Além de desperdiçar energia para encontrar o caminho, elas ficam vulneráveis ​​a outras ameaças.

Pesquisas indicaram que a redução dos reflexos evitou até 60% das mortes de aves causadas por colisões em edifícios.

A iniciativa, no Texas, EUA, faz parte de um programa Lights Out, liderada pela Audubon Society e tem tido resultados notáveis.

Fonte

Anúncios
Continue lendo

Natureza Incrível

Professor de educação física faz alunos desanimados correrem com cães de abrigo, e muda tudo.

Publicado

em

Um treinador de ginástica da Califórnia que procurava maneiras de motivar os alunos de sua equipe de corrida cross-country, teve uma ideia brilhante: juntá-los aos cães de abrigo.

O vídeo das crianças correndo com os cães se tornou viral, fazendo com que diretores esportivos de todo o país telefonassem para St. Joseph e perguntassem como eles organizaram o programa.

Veja o vídeo aqui!

Faça o bem que faz o bem acontecer

A Steinbrenner High School, em Lutz, Flórida, foi a segunda escola a aderir às corridas de cães em abrigos, e outras seguiram o exemplo, como a Rock Island High School, em Rock Island, Illinois; tudo por causa do vídeo viral que ocasionalmente reaparece nas redes sociais para o deleite de milhares de pessoas.

Veja também:

Anúncios

Recompensa

Para o técnico, foram 60 segundos de gentileza genuína e orgânica. O mundo precisa de bondade!

“Os cachorros querem sair e correr; as crianças adoram cachorros e adoram correr. Foi um casamento perfeito”, disse Escobar.

Irmãos Blake Peifer, 14, e Brady Peifer, 17 – ambos estudantes da Steinbrenner High School com o cão de abrigo Pantera durante uma corrida em junho de 2022. divulgado à mídia por Margaret Peifer.

Para os cães, diz Glen Hatchel, membro da equipe da Sociedade, as corridas permitem que eles queimem muita energia nervosa, deixando-os mais calmos e mais adotáveis ​​quando voltarem ao abrigo.

Fonte

Continue lendo

Natureza Incrível

Centenas de Golden Retrievers invadem maratona de Boston!

Publicado

em

Uma adorável multidão de golden retrievers se reuniu antes da Maratona de Boston para homenagear o falecido cão oficial do evento, Spencer, e sua sobrinha, Penny, que faleceu de câncer no ano passado.

Durante essa caminhada, os filhotes tiveram a oportunidade de conhecer pessoalmente os corredores. Os cães também puderam desfrutar de uma “hora social”.

Uma estátua foi erguida com a imagem de Spencer em março. A estátua fica perto do local onde Spencer sempre ficava durante a corrida.

Este foi o segundo encontro desse tipo.

O cão oficial da Maratona de Boston “resumiu” o que era a corrida

Spencer faleceu em 17 de fevereiro de 2023, aos 13 anos, após sua segunda batalha contra o câncer. O querido cão de terapia começou a aparecer anualmente – faça chuva ou faça sol – na Maratona de Boston com suas bandeiras azuis “Boston Strong” em 2015. Os organizadores da corrida o apelidaram de seu cão oficial em 2022.

Anúncios

Penny ficou ao lado de Spencer e torceu pelos corredores com suas próprias bandeiras todos os anos. Ela morreu apenas oito dias depois de seu tio. Ela tinha 10 anos.

O dono dos cães, Richard Powers, disse ao Good Morning America que Spencer “realmente resumiu o que é a Maratona de Boston, que é superar obstáculos e fazer o melhor que puder”.

“Ele era o nosso mundo”, acrescentou. “Ele era tudo; Ele e Penny. Eles eram cães maravilhosos e cada um deles era bom demais para não ser compartilhado, e foi isso que fizemos.”

Os Golden Retrievers ajudaram a arrecadar dinheiro para a iniciativa de pesquisa sobre hemangiossarcoma e câncer canino da Morris Animal Foundation.

Fonte

Anúncios
Continue lendo

Destaques