Conecte-se conosco

Super Humanos

Funcionária exemplar, ganha R$250 mil do chefe, para deixar abrigo onde vivia com filhos.

Publicado

em

Às vezes, o destino simplesmente não funciona a nosso favor. Angel, mãe de três filhos, sabe exatamente como é isso. Mas, tudo pode mudar!

Ela é uma mulher trabalhadora e otimista, mas durante sua última gravidez, Angel ficou sem-teto. Apesar desse fato, ela ainda conseguia levar os outros adiante, encorajando-os a fazer o seu melhor e fazendo-os se sentirem bem de qualquer maneira que pudesse.

Um dia, seu chefe, que estava disfarçado visitando seu negócio, Modell’s Sporting Goods, descobriu que Angel morava em um abrigo com seus filhos.

Ela, morava lá com seus três filhos há dois anos. Antes disso, ela disse que eles dormiram em pontos de ônibus, “até chegarem ao ponto de não ter dinheiro para comer”.

Quando, o patrão, finalmente ouviu o testemunho dela, ficou desconcertado. Foi quando ele fez algo que realmente mudou a vida dela.

Anúncios

Você nunca sabe realmente o que está acontecendo na vida de alguém. Portanto, sempre – sempre trate as pessoas com amor e respeito. Realmente faz a maior diferença!

“Você foi simplesmente incrível”, disse ele a Angel sobre trabalhar com ela. “Foi acima e além de qualquer coisa que eu jamais poderia esperar de um associado. Você é o tipo de líder que queremos para nossa empresa.”

A grande surpresa

Com isso, ele anunciou que a estava promovendo a gerente assistente junto com um aumento de $ 14.000. Ah, mas a verdadeira promoção estava por vir.

“Tenho pensado naquele abrigo para sem-teto, onde você vai para casa todas as noites, desde que te deixei. Me mata ver que você ainda está aí. Então eu tenho um cheque para você. Eu quero que você saia de lá imediatamente, como esta noite.

Era um cheque de $ 250.000, isento de impostos.

Angel caiu no chão em descrença quando Modell a pegou e sentou ao lado dela no chão, tirando o cheque do bolso.

“Não quero que você viva naquele abrigo para sem-teto nunca mais”, disse ele, explicando que um consultor financeiro a ajudaria a iniciar sua busca por uma casa.

Anúncios

A felicidade desfrutada sozinha é vazia

Angel disse que tem três pequenas razões incríveis para estar animada com o novo capítulo de sua vida.

Talvez venha com a idade, ou talvez seja necessária uma epifania na televisão como Modell experimentou. Seja o que for, a lição é clara: só prosperar é pobreza. De que adianta a riqueza de Modell quando seus funcionários vivem em desespero?

Ele descobriu que levantar grandes pessoas como o coração de Angel cria uma riqueza maior do que qualquer fortuna em dólares.

Fonte clique e veja o vídeo!

Anúncios

A Boa do Dia

Herói da enxurrada no RJ se reencontra com família que salvou.

Publicado

em

O herói Marcos Vinícius, de 20 anos, reencontrou a família que salvou de uma enxurrada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense (RJ), nesta quinta (22). 

Durante a tempestade que atingiu a região, Marcos arriscou sua própria vida para salvar Berlinda Mendes e as duas filhas gêmeas, de 1 anos, Brenda e Beatriz, que estavam presas em um carro sendo arrastado pela correnteza.

Assista o vídeo aqui

Nas redes sociais eles compartilharam o encontro. “Esse aqui é o meu anjo, que salvou a minha vida. Deus enviou ele para salvar a minha vida e a das minhas filhas”, disse Berlinda. O marido dela ainda aparece e brinca: “Esse é meu filho agora. As suas irmãs precisam de você sempre”.

Anúncios

Fonte

Continue lendo

Super Humanos

Gari que recolhe lixo dançando é a alegria do bairro e contagia todos; Vídeo

Publicado

em

Com piruetas e rebolados, um gari que recolhe o lixo dançando em Araras (SP) e tem conquistado não só as ruas da cidade, mas também as redes sociais. Luís Fernando Sanches, com uma alegria contagiante, transformou o trabalho duro em um verdadeiro show.

Ele trabalha como gari há 13 anos. Já cansado do trabalho pesado enfrentado diariamente, teve a ideia com um amigo de trabalho de acoplar um som no caminhão de coleta para deixar a rotina mais leve.

Acontece que as coreografias viralizaram na internet, e o que era pra ser apenas uma distração, tomou proporções muito maiores do que Luís imaginava. O sucesso foi tanto que até a dupla sertaneja Bruno & Marrone repostou o vídeo do gari.

Clique aqui para assistir o vídeo!

Anúncios

Os moradores se divertem

Por onde o caminhão de coleta passa, a felicidade chega também.

E não tem jeito de fugir, porque o som da caixinha vai longe. O que mais toca por lá é o bom e velho sertanejo raiz, pra mexer com coração!

Os moradores saem das casas para dançar, cantar e se divertir com o inusitado trio elétrico em que se transformou o caminhão.

Festa maior ainda é quando ele aparece todo fantasiado.

Fonte

Anúncios

Continue lendo

Família

Esse marido decidiu viver para dar à esposa com demência “o melhor dia” todos os dias.

Publicado

em

Embora o relacionamento de Jim e Maureen tenha mudado drasticamente ao longo de seus 55 anos de casamento, o amor que eles têm um pelo outro não diminuiu nem um pouco. A dupla pode ser encontrada em seu café preferido três vezes por semana. Jim conta que essa rotina começou depois que sua esposa foi diagnosticada com doença de Alzheimer e demência vascular em 2020.

Depois do diagnóstio

Um ano após este diagnóstico, a saúde de Maureen piorou rapidamente num único fim de semana. Na verdade, disseram a Jim que ela não sobreviveria para ver a próxima semana. Apesar dessas probabilidades, no entanto, ela ainda está presente três anos depois. Agora, Jim faz tudo o que pode para aproveitar ao máximo cada dia que lhe resta.

Foto antiga do casamento de Jim e Maureen. Ambos estão sorrindo enquanto ficam um ao lado do outro.
Facebook

“Minha filosofia é que a cada dia quero dar a Maureen o melhor dia que ela pode ter”, explica Jim . “Essa afirmação vem de quando ela saiu do hospital, e cada dia poderia ter sido o último. Temos muita sorte. Com a demência, ouvi dizer que as pessoas mudam de personalidade. Mas ela é a mesma pessoa feliz.”

É por isso que o casal apaixonado pode ser encontrado com tanta frequência em seu café – sair é uma ótima maneira de Maureen aproveitar o dia. Além disso, depois do café e do almoço, Jim pode levá-la para um passeio em Queenscliff Shelly Beach. Este local é um lugar bastante sentimental para o casal.

Primeiro encontro

“Nosso primeiro encontro foi para ir à praia de Queenscliff”, diz ele. “Essa foi a primeira vez que segurei a mão de Maureen. E todos os dias, quando venho à praia, caminhamos até Queenscliff e lembro-lhe que foi aqui que demos as mãos pela primeira vez. Mas ela não entende.

Anúncios

Maureen pode não entender o significado da praia, mas está claro que sair dela lhe traz alegria. Isso pode ser visto na maneira como ela tenta interagir com as pessoas ao seu redor, especificamente segurando suas mãos.

Uma foto jovem de Jim e Maureen sentados em uma pedra na praia. Maureen se senta na frente dele e olha para trás, o vento balançando seus cabelos. Jim sorri enquanto coloca a mão no ombro de Maureen. Ele está ansioso.
Facebook

Perceber isso lembrou Jim de uma história que ele ouviu certa vez sobre a experiência de alguém com seu pai que sofria de demência.

“Ele estava me contando que, bem no final, nos últimos dias com o pai, eles [se comunicam] por meio de sinais de aperto de mãos e assim por diante, absorvendo muito mais do que imaginavam”, explica Jim.

Camisetas que ajudam

Para incentivar mais pessoas a abordar Maureen, Jim contratou uma empresa local para criar camisetas personalizadas para ele. Eles lêem: “Minha linda esposa tem demência, por favor, diga ‘OLÁ’ para ela.” A mudança na forma como as pessoas interagiam com eles mudou imediatamente.

“O que me surpreendeu inicialmente foi que tantas pessoas eram turistas estrangeiros de todo o mundo”, diz ele. “Eu realmente gostaria de agradecer a todas as pessoas que passaram por aqui e conversaram com Maureen, elas realmente alegram o dia dela, o que ilumina o meu.”

Jim e Maureen tornaram-se bastante populares entre os habitantes locais. Eles até tiveram pessoas que se ofereceram para comprar seu café. Essa experiência não apenas ajudou esse doce casal a se unir durante um momento tão difícil em suas vidas, mas também abriu os olhos de Jim para as lutas de outras pessoas em posições semelhantes .

Anúncios
Jim e Maureen atuais: os dois estão sentados em suas cadeiras do lado de fora. Jim sorri com a mão apoiada no braço da cadeira de Maureen. Ele está vestindo uma camiseta amarela que diz: Minha linda esposa tem demência, por favor, diga “OLÁ” para ela.
Facebook

“Não sou especialista, mas enquanto caminhava por Manly Beach, já faço isso há quatro anos, notei muitas pessoas com algum tipo de deficiência ou caminhando com um cuidador que parecia solitário”, diz Jim . “Vou até eles e digo olá, para bater um papo com eles e acho que mais pessoas deveriam fazer isso e apenas observar as pessoas ao seu redor.”

fonte

Continue lendo

Destaques