Conecte-se conosco

A Boa do Dia

13 coisas que você faz todos os dias e que na Coreia do Norte são práticas criminosas

Publicado

em

O site UOL publicou uma reportagem curiosa sobre a Coreia do Norte, país conhecido por ser liderado com mãos de ferro por Kim Jong-un e pelo regime totalitário.

Nós sabemos que lá muita coisa é proibida por lei, até as coisas mais banais.

Tais atividades ilegais, segundo o governo, são punidas com trabalhos forçados, prisão e até, pasmem, pena de morte!

Conheça agora as 13 atividades consideradas crimes no país cujas consequências são assustadoras.

Anúncios

1) Dormir durante uma reunião

Isso nem pensar! O ministro da Defesa da Coreia do Norte foi morto em frente a centenas de pessoas por ter tirado um cochilo básico durante um evento com o líder supremo Kim Jong-un.

2) Ter o mesmo nome do líder da nação

Colocar o nome de um filho de “Kim” é contra a lei. Após assumir o governo, o líder exigiu que todos que se chamavam Kim Jong-un mudassem urgentemente o nome para qualquer outro. O intuito dessa lei é destacar a personalidade única do “verdadeiro” Kim.

3) Ter uma Bíblia

Nem brinque em ter uma bíblia, nem se for aquelas de bolso. O norte-americano Jeffrey Fowle ficou preso por 5 meses na Coreia do Norte depois de esquecer uma Bíblia no banheiro de um restaurante. Por lá, todas as igrejas e religiões estão sob controle do Estado e é proibido qualquer tipo de manifestação de religiosidade.

Anúncios

4) Ter um parente criminoso

Caso você seja um cidadão norte-coreano e tiver um parente criminoso, automaticamente você também será um criminoso. Oi? É isso mesmo. O governo argumenta que em suas veias também corre o sangue criminoso.

5) Escolher sua profissão

Após concluir o estudo secundário e o serviço militar, muitos jovens são designados para profissões específicas sem o poder de escolha.

6) Usar biquíni

É proibido que mulheres mostrem o umbigo na Coreia do Norte. Ou seja, usar biquíni nem na lua azul!

Anúncios

7) Assistir filme ou ouvir música estrangeira

Assistir ou ouvir qualquer coisa que venha de fora é crime contra o Estado. Caso você seja visto com um filme russo, por exemplo, terá que cumprir a prisão por 3 anos. Mas se for pego vendo um filme sul-coreano ou americano, será cruelmente executado. Tá fácil não…

8) Sorrir, beber e falar alto em datas específicas

Desde 1994, quando os norte-coreanos perderam seu primeiro líder, a cada 8 de julho está proibido sorrir, levantar a voz na rua, beber álcool ou dançar. Isso visa salientar o luto pela perda.

9) Ver ou distribuir pornografia

Qualquer pessoa que seja pega se prostituindo ou ajudando na distribuição de material pornográfico deve ser executada friamente.

Anúncios

10) Dirigir

Ter um carro só se você for funcionário do governo. Detalhe: mulheres são proibidas de dirigir.

11) Ligar para fora do país

Realizar chamadas internacionais é crime que leva à morte.

12) Deixar o país

Se você pensa em fazer um mochilão pela Europa ou um intercâmbio ali no vizinho, será proibido de deixar o país sem permissão.

Anúncios

13) Entrar na internet

Se você fosse um norte-coreano nem estaria lendo isso aqui. Ter Facebook, uma conta no Twitter ou enviar um e-mail está fora de cogitação. Somente o governo, a elite, estrangeiros e jornalistas têm acesso à internet.

E aí?! Quer conhecer a Coreia do Norte?

A Boa do Dia

Comunidade inaugura supermercado de baixo custo para combater a alta nos preços.

Publicado

em

Um minimercado foi inaugurado na Austrália para ajudar pessoas da comunidade local a enfrentar o aumento do custo dos produtos de mercearia.

A mercearia foi criada para aliviar alguns dos encargos financeiros impostos aos consumidores que lutam com as pressões da vida quotidiana.

Para os membros da comunidade local, é uma visão bem-vinda.

Um homem indígena está em frente a um prédio próximo a uma placa que diz The Pantry
O homem de Barkindji, Wilfred King, disse que a Pantry é um grande trunfo para a comunidade local. ( ABC Broken Hill: Lily McCure )

Custo de vida incomoda 

A gerente executiva de desenvolvimento comunitário da Home in Place, Krystal Moores, disse que foi um empreendimento oportuno. 

Com o objetivo de ajudar em particular as pessoas provenientes de meios socioeconómicos mais baixos, ela disse que era importante garantir que as necessidades da vida quotidiana fossem acessíveis à comunidade.

Um galpão que virou mercearia com clientes reunidos do lado de fora
A Despensa foi oficialmente aberta ao público na quinta-feira. ( Fornecido )

Em parceria com o Food Bank, a maior instituição de caridade de combate à fome da Austrália, o centro consegue vender produtos fornecidos pela instituição de caridade a um preço muito mais baixo.

“Nosso objetivo é envolver a comunidade local… garantindo que estamos atendendo às necessidades da comunidade local”, disse ela. 

Anúncios

Fonte

Continue lendo

A Boa do Dia

Gerente da Taco Bell revive bebê sem vida que parou no drive thru.

Publicado

em

No Richboro Taco Bell, nos arredores da Filadélfia, a gerente Becky Arbaugh não estava trabalhando no horário do almoço, mas mesmo assim estava por perto.

Ela ouviu um grito vindo da janela do drive-through, seguido pelas palavras angustiantes ‘ligue para o 911, o bebê não está respirando!’”

O telefone teria que esperar, pois Arbaugh tirou o fone de ouvido e correu para ver a situação. Do lado de fora da janela do drive-through, ela viu Natasha Long segurando o corpo azul e sem vida de seu filho Myles, de 11 semanas.

“A mãe entrou em pânico”, disse Arbaugh ao Good Morning America. “Eu disse a ela para entregá-lo para mim e fiz RCP. Eu estava tentando acalmá-la, confortá-la e garantir-lhe que ele ficaria bem.”

“O bebê finalmente começou a respirar. A ambulância chegou muito rapidamente e então eles assumiram”, disse Arbaugh. “O paramédico disse que eu salvei a vida dele.”

Anúncios

As circunstâncias não poderiam ter sido mais afortunadas para Myles, porque Arbaugh, ela mesma mãe de quatro filhos, já reiniciou o coração de sua filha algumas vezes devido a complicações médicas.

MAIS HISTÓRIAS DE RESGATE COMO ESTA: Pedreiro enfrenta chamas para salvar bebê e Mulher de incêndio

Em uma declaração enviada por e-mail à ABC News, um porta-voz da Taco Bell disse: “Estamos incrivelmente orgulhosos de Becky por seu ato heróico no início desta semana. Estamos entrando em contato para expressar agradecimento por suas ações rápidas e gentileza.”

Continue lendo

A Boa do Dia

Menina corajosa, de 6 anos, corre para casa em chamas para salvar sua mãe e seus irmãos adormecidos.

Publicado

em

Uma corajosa estudante foi elogiada por seu raciocínio rápido depois de entrar correndo na casa de sua família em chamas para salvar sua mãe e irmãos adormecidos.

Olivia Patterson, de seis anos, estava brincando ao ar livre com uma amiga quando percebeu que sua casa geminada em Riccall, North Yorkshire, estava em chamas.

Coragem

Ela correu para dentro da propriedade onde encontrou sua mãe Laura, 29, dormindo no sofá junto com seus irmãos Joel-James, um, e Tiffany, dois. Graças às ações de Olivia, os três foram acordados e conseguiram escapar ilesos do incêndio .

A avó de Olivia, Sadie Gelder, 54, expressou imenso orgulho pela jovem ‘incrível’ por resgatar sua família do incêndio. “Estamos absolutamente orgulhosos dela. Ela tem TDAH, então tem sido absolutamente incrível. Não podemos acreditar que Olivia libertou Laura – ela tem seis anos e correu em um prédio em chamas”, disse ela.

O incêndio começou na casa do vizinho de Laura no dia 4 de abril e rapidamente se espalhou pelo andar de cima de sua propriedade de três quartos. Uma investigação sobre a causa do incêndio está em andamento, mas suspeita-se que a culpa possa ser de um carregador de telefone.

Fonte

Anúncios
Continue lendo

Destaques