Conecte-se conosco

A Boa do Dia

Conheça os 10 benefícios garantidos por lei aos idosos!

Publicado

em

Os benefícios garantidos por lei para idosos 60+ muitos vários só que muitos deles não sabem. A lista inclui mais do que gratuidades, descontos no transporte e vagas em estacionamento.

Por lei, idoso tem prioridade em processos na justiça. Em algumas cidades, ele também é isento do pagamento do IPTU (Imposto Territorial Urbano). E vários têm ainda isenção extra na declaração do Imposto de Renda, respeitadas as exigências.

E é importante saber sobre esses direitos e benefícios para que a pessoa com 60+ possa reivindicar e ter acesso a eles. O Só Notícia Boa listou 10 benefícios para os idosos.

10 benefícios garantidos ao idoso

1 – Isenção de pagamento do IPTU (Imposto Territorial Urbano)

Isenção no pagamento do IPTU. Em cada município, há uma legislação própria a ser seguida. Em geral as exigências envolvem o valor de mercado do imóvel e a idade, a renda do idoso e uma série de exigências. A solicitação de reconhecimento de isenção do IPTU, para quem tem mais de 60 anos, e isenção de TLP, acima dos 65, por aposentado, pensionista ou beneficiário de assistência ao idoso obedece a exigência de o o proprietário ter apenas um  único imóvel com área construída de até 120 m2, que lhe sirva de moradia e que não perceba rendimentos de aposentadoria, pensão ou benefício da assistência social superior a dois salários-mínimos mensais. Veja aqui.

2 – Isenção no Imposto de Renda – IRPF

Aposentados e pensionistas, acima de 65 anos, têm direito a uma isenção extra na declaração de Imposto de Renda. O benefício só vale se o idoso estiver dentro do teto anual previsto pela Receita Federal, de R$ 24.751,74. Veja aqui

Anúncios

3 – Prioridade em processos na Justiça e órgãos públicos

Também pelo Estatuto do Idoso, os idosos têm direito à prioridade nos processos e procedimentos.

O mesmo vale para empresas prestadoras de serviços públicos, instituições financeiras; Defensoria Pública da União, dos Estados e do Distrito Federal, em relação aos Serviços de Assistência Judiciária.

4 – Atendimento preferencial

Pelo Estatuto do Idoso, quem tem mais de 60 anos deve ter atendimento preferencial imediato e individualizado nos órgãos públicos e privados que prestam serviços à população.

5 – Meia-entrada na cultura

Pessoas acima dos 60 anos têm desconto, de pelo menos 50%, nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer.

6 – Gratuidade no transporte urbano

Idosos com mais de 65 anos têm gratuidade nos transportes coletivos públicos urbanos. Basta apresentar qualquer documento pessoal que comprove a idade. Por lei, é obrigatório a reserva de 10% dos assentos nos transportes.

Anúncios

7 – Gratuidade no transporte Interestadual

No transporte coletivo interestadual, o estatuto obriga a reserva de duas vagas gratuitas, por veículo, para idosos com renda de até dois salários-mínimos. Se as vagas estiverem ocupadas, as empresas têm de oferecer desconto de pelo menos 50% no valor das passagens para os idosos desde que comprovada a limitação de renda.

O idoso deve solicitar o “Bilhete para Viagem para o Idoso” fornecido pela empresa de transporte. Mais informações aqui

8 – Cota de vagas em Estacionamento

Pelo menos 5% das vagas de estacionamentos públicos e privados devem ser destinadas às pessoas acima dos 60 anos. A sinalização deve ser clara e o posicionamento facilitado para garantir o acesso ao idoso.

9 – Medicamentos gratuitos

Pelo Estatuto do Idoso, o fornecimento de alguns medicamentos deve ser gratuito, além de próteses, órteses e outros recursos relativos ao tratamento, habilitação ou reabilitação.

Além do SUS (Sistema Único de Saúde), os idosos podem contar com o Programa Farmácia Popular do Brasil, por meio do qual têm acesso a medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto em relação aos preços praticados no mercado. Veja aqui a lista de medicamentos fornecidos pela Farmácia Popular

Anúncios

10 – Direito ao BPC (Benefício de Prestação Continuada)

A partir dos 65 anos, desde que comprovando baixa renda mensal, os idosos têm direito ao benefício assistencial de um salário mínimo por mês. Porém, é preciso que a renda média por pessoa do grupo familiar seja menor do que um quarto do salário-mínimo. Acesse aqui detalhes.

Fonte

A Boa do Dia

Menina corajosa, de 6 anos, corre para casa em chamas para salvar sua mãe e seus irmãos adormecidos.

Publicado

em

Uma corajosa estudante foi elogiada por seu raciocínio rápido depois de entrar correndo na casa de sua família em chamas para salvar sua mãe e irmãos adormecidos.

Olivia Patterson, de seis anos, estava brincando ao ar livre com uma amiga quando percebeu que sua casa geminada em Riccall, North Yorkshire, estava em chamas.

Coragem

Ela correu para dentro da propriedade onde encontrou sua mãe Laura, 29, dormindo no sofá junto com seus irmãos Joel-James, um, e Tiffany, dois. Graças às ações de Olivia, os três foram acordados e conseguiram escapar ilesos do incêndio .

A avó de Olivia, Sadie Gelder, 54, expressou imenso orgulho pela jovem ‘incrível’ por resgatar sua família do incêndio. “Estamos absolutamente orgulhosos dela. Ela tem TDAH, então tem sido absolutamente incrível. Não podemos acreditar que Olivia libertou Laura – ela tem seis anos e correu em um prédio em chamas”, disse ela.

O incêndio começou na casa do vizinho de Laura no dia 4 de abril e rapidamente se espalhou pelo andar de cima de sua propriedade de três quartos. Uma investigação sobre a causa do incêndio está em andamento, mas suspeita-se que a culpa possa ser de um carregador de telefone.

Fonte

Anúncios
Continue lendo

A Boa do Dia

Pague o quanto puder: restaurante faz sucesso pela forma que cobra a comida!

Publicado

em


O restaurante de Gloucestershire
, na Inglaterra, está repensando as relações com clientes, fornecedores e toda a economia alimentar para alimentar um ambicioso modelo de “pague conforme puder” que alimenta todos os que chegam, independentemente da capacidade de pagar.

Os números surpreendem

No ano passado, a Mesa Longa alimentou cerca de 20 000 pessoas a preços abaixo do custo – muitas delas gratuitamente, sem perguntas – ao mesmo tempo que resgatou 3,4 toneladas de alimentos destinados ao lixo e pagou aos fornecedores locais preços justos pelo resto.

Nenhum trabalho no restaurante é feito por voluntários. O dinheiro foi suficiente para empregar 22 funcionários a tempo parcial e a tempo inteiro com pelo menos o salário real de subsistência.

Nossa prioridade

“Somos, na nossa forma mais simples, um restaurante”, diz Will North, gerente geral do The Long Table. “Mas na verdade o que somos é um restaurante incrível onde priorizamos ser um empregador com salários dignos reais. Além disso, nós priorizamos os tipos de fornecedores que não apenas priorizam o planeta, mas também as pessoas.

Fonte

Anúncios
Continue lendo

A Boa do Dia

Bebê encontrada em cima de árvore em Gaza é adotada por pediatra e está linda.

Publicado

em

Com alguns dias de vida e desesperadamente magra, a bebê Malak, foi encontrada em uma árvore, depois que sua casa foi destruída.

A pequena foi levada ao Hospital dos Emirados, na cidade de Rafah , no extremo sul de Gaza . Sua família foi dada como morta, então os médicos a chamaram de “Desconhecida”.  

Acesse nosso canal no YouTube

Novo destino

Hoje, a gordinha de 6 meses é a estrela das enfermarias onde sua tutora de fato, Amal Abu Khatleh, 32 anos, trabalha como pediatra. Enquanto Abu Khatleh carrega Malak, que significa anjo em árabe, pelas instalações. Enquanto caminha ganha beijos e abraços dos membros da equipe.

Um verdadeiro Milagre

Pouco depois de ela ter sido levada ao Hospital Al-Shifa , no norte de Gaza, para tratamento, o Dr. Nasser Bolbol, chefe da unidade neonatal, disse à NBC News que, com base no cordão umbilical, ele acreditava que Malak tinha apenas 2 dias de vida. 

Anúncios

Bolbol acrescentou que ele e seus colegas pensaram que ela havia sido capturada por um anjo, o que inspirou seu nome. “Quando vejo esse bebê sem familiares, fico muito triste. Muito triste”, disse ele, parado ao lado da incubadora.  

O caso tocou muito toda a equipe do hospital e foi Amal Abu Khatleh, de 32 anos, a responsável por dar uma segunda chance para a bebê. A pediatra desenvolveu um vínculo com a criança ao longo do tratamento. “Quando contei aos meus pais, eles ficaram muito entusiasmados com a ideia e disseram que não havia problema”, contou a médica.

Fonte

Continue lendo

Destaques