A emocionante ligação de amizade entre os moradores de rua com os seus animais


0
36.8k shares
Moradores de ruas e seus animais. “Meu cachorro sempre come primeiro”

A maioria de nós já viu pessoas desabrigadas nas ruas acompanhadas por seus companheiros animais, especialmente cães.

É estimado que de 5 à 10% dos desalojadas têm cães ou gatos como seus companheiros, mas os números variam geograficamente e é difícil obter estatísticas muito precisas sobre isso.

O fato é que há um grande número de animais que vivem com humanos desabrigados e, em muitos casos, os eles são a salvação e a razão de viver para essas pessoas sem lar.

Pessoas desabrigadas disseram em mais de uma ocasião que seu companheiro animal é seu melhor amigo e o oxigênio, sem o qual a vida não valeria a pena.

Para muitos, seu companheiro bicho é a única família. Joe, um morador de rua americano, explica que quando perdeu o emprego e ficou sem-teto, vendeu muitas de suas posses para poder ficar com seu cachorro, Clive, sem o qual Joe não seria capaz de viver.

Os sem-abrigo são frequentemente vistos com desconfiança ou medo. Quando as pessoas vêem desabrigados e seus animais, elas reagem de diferentes maneiras.

Algumas dão dinheiro ou comida e outras desviam o olhar. Muitos julgam os moradores como indignos de companhia animal. Seja qual for a reação, a maioria de nós não faz idéia de como sobreviver na rua com ou sem um animal.

Um novo livro da sociologia Leslie Irvine da Universidade do Colorado, é o primeiro a explorar o que é preciso para viver nas ruas com um animal. Usando entrevistas com mais de setenta pessoas desabrigadas em quatro cidades, o livro “Meu Cachorro Sempre Come Primeiro” revela o quanto os animais significam para as pessoas desabrigadas e como eles se importam com seus amigos de quatro patas.

Segundo Irvine, os animais proporcionam apoio social, emocional e proteção contra danos e, em alguns casos, até ajudam a mudar a vida de pessoas que não tinham motivos para viver. Como muitos dos abrigos não costumam permitir animais, os donos geralmente preferem ficar na rua.

Pessoas desabrigadas contaram a ela como seus cães incentivavam a interação com os outros e os impediam de ficar isolados.  Os animais inspiraram ex-viciados e alcoólatras a ficarem limpos e sóbrios.

 

Não temos dúvidas de que esses são os melhore companheiros para qualquer momento da vida. Afinal, eles não se importam com riqueza e imagem, só com o amor que recebem.

Fonte: Today


Like it? Share with your friends!

0
36.8k shares

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win
Leandro Alvarenga