Connect with us

Natureza Incrível

Homem se arrisca e enfrenta forte alagamento para salvar a cadelinha do vizinho

Published

on

O bondade ainda existe no mundo e, quando alguém arrisca sua vida para salvar outra, ainda temos esperança nas pessoas. Douglas Gomes tem 26 anos e é técnico em mecânica. Mas apenas isso não diz quem ele realmente é, e sim, sua ação incrível e que, infelizmente, pouquíssimas pessoas fariam o mesmo.

Tudo começou com um alagamento em Blumenal, Santa Catarina, na última terça-feira (16). A forte chuva no local inundou a casa do tatuador Clóvis Joel de Oliveira, vizinho de Douglas. No momento, ele estava em uma viagem com a família, mas ainda haviam três vidas ali dentro.

Uma delas era Kira, a cadelinha de Clóvis. Douglas não pensou duas vezes e foi em direção à casa repleta de água até o telhado. Em vídeo, que viralizou nas redes sociais, o mecânico aparece caminhando em meio à inundação até o pescoço até colocar a cadela nos ombros.

Douglas arriscou a própria vida para salvar a cadelinha Kira

“Quando cheguei, ela estava na ponta das patinhas pendurada em uma janela, assustada e sem fôlego de tanto nadar. Quando soube que ela estava lá não pensei em nada, só fui entrando na água”, disse Douglas ao G1.

A voz que se ouve na gravação é da mãe dele, Leonora Gomes. No vídeo, ela pede que o filho tenha cuidado, pois o animal pode mordê-lo, enquanto ele caminha decidido até resgatar Kira.

A cadelinha Kira

“Muita gente viu o vídeo nas redes sociais e me parabenizou pelo gesto. Na verdade, eu fiz o que gostaria que fizessem pelas minhas cachorras. Em 2011, eu estava no quartel quando tivemos outra enchente aqui e também ajudei no que pude”, contou.

Veja o vídeo:

Além de Kira, no momento da enchente estavam na casa outras duas cadelas e a sogra de Clóvis. A mulher conseguiu retirar só duas cachorras, mas Kira ficou. “Ontem, era aniversário da minha mulher. Ela, minhas filhas e eu estávamos no Beto Carrero comemorando e soubemos do alagamento. Quando nos ligaram, achamos que nenhuma das cachorras tivessem se salvado. Hoje, abracei muito o Douglas, não tenho como agradecer pelo que ele fez por nós”, afirmou o tatuador.

A família de Clóvis, que viajava no momento da inundação

Agora, Clóvis está trabalhando na remoção da lama que ficou em sua residência. “Levei cinco anos para construir minha casa e tudo que restou foram as paredes. Ainda bem que minhas filhas estavam comigo, porque se estivessem em casa, agora estariam mortas”, disse.

Mas os danos materiais não são nada perto do que poderia ter acontecido se Douglas não tivesse se arriscado. “Kira dorme com minhas filhas todas as noites. Graças ao Douglas ela está bem. O que ele fez foi de outro planeta”, disse.

Clóvis ao lado de sua cadelinha, Kira

Desde o alagamento, Clóvis e a família estão na casa de parentes. De acordo com o Corpo de Bombeiros, apesar de heróica, a iniciativa de Douglas de entrar em uma área alagada poderia ter tido um desfecho trágico. “Água é sempre sinônimo de perigo, tem risco de afogamento. A correnteza poderia tê-lo arrastado, como aconteceu em Florianópolis com um homem no Morro do Quilombo. Nesses casos, o melhor a fazer é acionar os bombeiros pelo 193”, disse o tenente Eduardo Silveira Peduzzi ao G1.

Estado da casa de Clóvis após a inundação

Claro que uma história que teve esse final feliz poderia ter sido mais trágica, com a morte tanto da cadela quanto de Douglas. Mas são nossas ações que dizem quem nós somos e o quanto colocamos a felicidade e bem estar do próximo em primeiro lugar. Se não fosse o mecânico, hoje as filhas de Clóvis não teriam Kira ao seu lado para dormir e brincar, afinal, até os bombeiros chagarem no local, seria tarde demais.

Fonte: G1

Natureza Incrível

A árvore mais alta do mundo está na Califórnia.

Published

on

A árvore mais alta do mundo é uma sequoia vermelha e possui cerca de 115 metros de altura.

Esse gigante da natureza está dentro do Parque Nacional das Redwoods, na Califórnia. Ela é conhecida nos Estados Unidos como coast redwood.

A localização exata da árvore não é revelada, em uma tentativa de preservar o espécime.

No entanto, todos os anos muitos curiosos tentam chegar perto do Hyperion, uma referência a um dos titãs da mitologia grega.

O governo norte-americano resolveu jogar duro com esses desbravadores e anunciou uma multa de até US$ 5 mil e uma pena de até 6 meses para quem descumprir as regras.

Uma obra linda da natureza, um presente para nós!

Continue Reading

Natureza Incrível

“Meu urubu não é meu animal de estimação, é meu filho”. Então tá!

Published

on

Em dezembro de 2021, um filhote de urubu macho havia sido encontrado em uma lixeira. Como não conseguiram achar o ninho a ave morreria se fosse deixada sozinha.

Então, a ONG entrou em contato com o Guia turístico Mendes, que morava ali perto.

“A primeira vez que o vi, ele parecia em um estado tão ruim que pensei que ele não sobreviveria”, disse Mendes, de 35 anos, à BBC.

O pequeno Urubu foi adotado pelo Guia o que incluiu um processo legal e fiscalização das autoridades ambientais brasileiras. Eles achavam que quando o pássaro crescesse, ele teria muito espaço para passear.”

Após sete meses, homem e pássaro voaram juntos várias vezes, resultado de uma incrível história de ligação humano-animal.

Mendes chama Urú de “filho”, inclusive na conta que criou para a ave no Instagram, que tem mais de 23 mil seguidores.

Fonte

Continue Reading

Natureza Incrível

Gato de guarda! Por que não?

Published

on

Um homem do Mississippi disse que seu gato de estimação ajudou a evitar um assalto em sua casa, e ele acredita que a chita possivelmente salvou sua vida.

Bandit, uma gata de 9,1 quilos, vive com seu dono aposentado Fred Everitt no subúrbio de Tupelo, em Belden. Quando pelo menos duas pessoas tentaram invadir sua casa compartilhada na semana passada, a gata fez tudo o que pôde para alertar Everitt sobre o perigo, disse ele ao Northeast Mississipi Daily Journal.

“Você ouve falar de cães de guarda”, disse Everitt, 68. “Este é um gato de guarda.”

A tentativa de roubo ocorreu em algum momento entre 2h30 e 3h da manhã de 25 de julho, disse Everitt. Ele foi acordado pela primeira vez pelos miados de Bandit na cozinha. Então, ela correu para o quarto, pulou na cama e começou a puxar o edredom dele e arranhar seus braços. Everitt sabia que algo estava errado.

“Ela nunca tinha feito isso antes”, disse Everitt. “Eu disse: ‘O que há de errado com você?’”

Everitt levantou-se para investigar e viu dois jovens do lado de fora da porta dos fundos. Um tinha uma arma e o outro estava usando um pé de cabra para tentar arrombar a porta, disse ele.

Everitt disse que quando pegou uma arma e voltou para a cozinha, os intrusos já haviam fugido. Everitt disse ao jornal que não chamou a polícia.

Ele disse que a situação poderia ter sido diferente sem Bandit.

“Não se transformou em uma situação de confronto, graças a Deus”, disse Everitt. “Mas acho que é só por causa do gato.”

Everitt adotou Bandit da Tupelo-Lee Humane Society há quatro anos.

Fonte

Continue Reading

Destaques