Ele começou a consertar sucatas e veja o que aconteceu!


Desde que Sepp Eisenriegler fundou o centro de reparos e serviços em Viena no ano de 1998, muita coisa aconteceu. A maior delas foi o treinamento de centenas de desempregados e o caminho que a empresa tomou.

Quando a pandemia chegou, os negócios cresceram como conta Sepp: “As pessoas estavam incertas sobre o futuro e decidiram economizar dinheiro consertando as coisas em vez de comprá-las novas. Ao mesmo tempo, todos tinham muito tempo e começaram a limpar suas garagens e sótãos, encontrando todo tipo de coisas antigas com valor sentimental que queriam consertar.”

E então veio o bônus de reparo de Viena. A cidade de Viena iniciou o Reparaturbon como piloto em 2020 como forma de promover a reparação e apoiar as empresas locais. Por meio do esquema, que já foi concluído, 50% dos custos de reparo foram subsidiados pela cidade , com um limite de € 100. O bônus, que cobria tudo que podia ser consertado, de roupas e eletrônicos a bicicletas e móveis, foi um sucesso: mais de 35.000 itens foram consertados.

Em janeiro de 2021, a Áustria também reduziu o imposto (IVA) sobre reparos de bicicletas, calçados e roupas.

Agora, um bônus nacional de reparo, que começará em abril , adotará a mesma abordagem com foco no lixo eletrônico e subsidiará 50% dos custos de reparo de equipamentos eletrônicos e elétricos, limitado a € 200 por reparo. 

O bônus de reparo promove uma mudança de mentalidade que pagará dividendos quando o reparo se tornar a opção mais acessível. 

É necessária uma mudança no sistema a longo prazo, incluindo o direito de reparar todos os produtos que não se limitam a reparadores profissionais, acesso fácil e acessível a peças sobressalentes e reforma tributária ambiental.


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win
Drica Adamo