Connect with us

A Boa do Dia

Dados da Unicef revelam números assustadores sobre a violência contra jovens no mundo todo

Published

on

A cada 7 minutos uma criança ou adolescente morre vítima de violência no mundo.

Um relatório das Nações Unidas revelou um dado assustador que envolve adolescentes e crianças. A cada sete minutos um jovem morre vítima de violência no mundo. Quase 82 mil jovens com idades entre 10 e 19 anos morreram assassinados em 2015, sendo 24,5 mil só na América Latina.

A Venezuela é o país que ocupa a pior posição. Vivendo uma crise interna, as taxas chegam a 96,7 mortes para cada 100 mil crianças e adolescentes do gênero masculino. A Colômbia, Honduras e o Brasil vem logo em seguida.

“O relatório nos diz que a maioria dos homicídios contra adolescentes não acontece em países que estão em conflito, como a Síria, mas em países da América Latina. E o Brasil encontra-se entre aqueles com a taxa mais alta de homicídios de adolescentes do mundo”, afirma Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Países da Europa Ocidental são apontados como os mais seguros pelo relatório. As taxas são baixíssimas com 0,4 morte para cada 100 mil pessoas nessa faixa etária.

Brasil é apontado como o quinto pais com as maiores taxas de violência no mundo segundo relatório das Nações Unidas.

Jovens em países com conflitos armados

Dados de 2015 revelam que cerca de 31 mil crianças e adolescentes morreram em conflitos armados ou em decorrência de violência coletiva.

Países do Oriente Médio e do Norte da África apresentam os maiores índices. Juntos concentram 70% das mortes. Nessas regiões vivem quase 6% de todas as crianças do mundo.

A Guerra na Síria faz com que o país se torne o mais violento. São 327,4 mortes para cada 100 mil pessoas na faixa etária que vai de 10 a 19 anos. Iraque , Afeganistão , Sudão do Sul e República Centro-Africana aparecem em seguida.

Fonte: G1

 

A Boa do Dia

Menino que ligou para policia por fome recebe ajuda de todo país.

Published

on

O apelo do pequeno Miguel, de 11 anos, comoveu todo o Brasil. O menino ligou para a polícia dizendo que estava com fome e pediu comida, contando que a família só tinha fubá com água para comer.

Os policiais constataram a situação de miséria, não aguentaram e decidiram ajudar.

“A guarnição ficou bastante comovida ouvindo os relatos das crianças, que há três dias eles estavam se alimentando apenas com água e fubá”, afirmou o tenente Nilmar Moreira. E dona Célia, a mãe das crianças confirmou:

“Eu só tinha fubá e farinha. Já tinha uns três dias que a gente estava assim. E que já tinha acabado as coisas, já tinha mais de 20 dias, mas ainda tinha um pouquinho de arroz, de algumas coisas”, contou a mãe do menino. 

Depois que o áudio do Miguel viralizou na internet, tocou o coração de tanta gente, que pessoas de várias partes do Brasil começaram a mandar ajuda.

Fonte

Continue Reading

A Boa do Dia

Criatividade na crise: pães e caixas de ovos como lembrança de festa.

Published

on

Na Nigéria, os anfitriões de uma festa típica nigeriana distribuiu aos convidados lembranças pouco convencionais.

Como parte de uma típica celebração nigeriana, é comum que o anfitrião dê presentes aos convidados como forma de expressar gratidão àqueles que compareceram ao evento.

As lembrancinhas costumam variar de plástico a itens comestíveis. Nos últimos tempos, power banks, caixas e telefones entraram na lista de itens que são frequentemente compartilhados em festas como souvenirs.

No entanto, em meio ao aumento do custo dos alimentos no país, os organizadores de uma festa decidiram compartilhar pães e caixas de ovos como uma espécie de alívio para os participantes.

Os convidados ficaram surpresos quando receberam as lembranças, mas agradecidos também.

Em meio a crise, eis uma ótima ideia, não é mesmo?

Fonte

Continue Reading

A Boa do Dia

Gêmeas de 103 anos compartilham segredo da vida

Published

on

Foram 103 anos compartilhando os bons momentos de felicidade que tiveram.

As duas irmãs são as gêmeas mais velhas da Grã-Bretanha. Depois de cem anos de vida, elas compartilharam o segredo de uma vida longa.

As irmãs declararam que o segredo para se ter uma vida longa é comer bem e beber na hora de dormir.

Thelma Barratt, brincou dizendo que sua longevidade se deve ao seu amor pela comida, enquanto Elma Harris aprecia um conhaque e limonada.

No entanto, deve ser sempre servido num copo de brandy sem gelo, insistiu.

As irmãs, que agora moram em diferentes municípios, se reuniram para uma festa com a família.

Fonte

Continue Reading

Destaques