Connect with us

A Boa do Dia

Crianças de diferentes rendas mostram seus brinquedos favoritos e o resultado surpreende

Published

on

A diferença de renda no Brasil é nítida. Enquanto crianças vivem o melhor da educação em colégio particulares caros, outras nem mesmo t6em um transporte digno que as leve até a escola. Tudo isso se junto às oportunidades futuras: como uma criança que não tem a educação e saúde necessárias irá conseguir as mesmas oportunidades daquelas que tudo tem nas mãos?

O mais triste, no entanto, é que nada disso é culpa das crianças. Nem das mais desfavorecidas e nem das que conseguem tudo o que querem. Porém, o Brasil não é o único país que passa por essa diferença enorme entre dois mundos. Anna Rosling Rönnlund passou os últimos 15 anos facilitando o entendimento e o uso de dados públicos globais.

Tentando chegar a uma ideia que se conectasse com as pessoas melhor do que os gráficos coloridos, ela começou a iniciativa “Dollar Street”. Trata-se de uma ideia que junta uma equipe de fotógrafos a fim de documentar mais de 264 residências em 50 países.

Em cada casa, o fotógrafo passava um dia tirando fotos de até 135 objetos, como os sapatos da família, escovas de dente ou brinquedos. Com isso, foi possível perceber o quanto a renda de uma casa interfere nas coisas que as crianças brincam. De US $ 29 por mês (cerca de R$ 105) para mais de US $ 3.000 (cerca de R$ 10.877), esses vislumbres íntimos da vida cotidiana de centenas de famílias são reveladores e mais vívidos do que qualquer gráfico jamais será.

“As pessoas em outras culturas são frequentemente retratadas como assustadoras ou exóticas”, disse Anna. “Isso tem que mudar. Queremos mostrar como as pessoas realmente vivem. Parecia natural usar fotos como dados para que as pessoas pudessem ver por si mesmas como é a vida em diferentes níveis de renda. A Dollar Street permite visitar muitas e muitas casas em todo o mundo, sem viajar.”

Veja as fotos:
Garota vive em uma casa em Burkina Faso, na África Ocidental, onde sua família vive com US $ 29 (cerca de R$ 105) por mês. Seu brinquedo favorito é um pneu velho.
Garoto vive em Burundi, na África Oriental, vivendo com US $ 29 (cerca de R$ 105) por mês com a família. Seu brinquedo favorito é um milho seco.

Menino em uma casa indiana, onde vive com US $ 31 (cerca de R$ 122) por mês. Ele está segurando seu brinquedo favorito.

Em uma casa no Zimbábue, na África, garoto vive com US $ 34 (cerca de R$ 123) por mês. Seu brinquedo favorito é uma bola feita em casa.

Em uma casa haitiana, criança vive com US $ 39 (cerca de R$ 141) por mês. Um carro de brinquedo feito de itens de plástico reciclado é seu favorito.
No Zimbábue, garoto que vive com US $ 41 (cerca de R$ 148) por mês tem como brinquedo favorito um carrinho.
Em uma casa haitiana vivendo em US $ 43 (cerca de R$ 156) por mês, o brinquedo favorito deste garotinho é um aro.
Garotinha vive em Burkina Faso, na África Ocidental, vivendo com US $ 45 (cerca de R$ 163) por mês. Seu brinquedo favorito é uma boneca de plástico quebrada.

 

Brinquedo preferido de um garoto que vive em Burkina Faso, na África Ocidental, com US $ 54 por mês (cerca R$ 195), é um pneu.

 

Em uma casa na Costa do Marfim, garotinho vive com US $ 61 por mês (cerca de R$ 221) e seu brinquedo favorito é um sapato.

 

Em uma casa indiana vivendo com US $ 65 por mês (cerca de R$ 235), o brinquedo favorito deste garoto é um taco de críquete caseiro.

 

Na Ruanda, garoto vive com US $ 72 por mês (cerca de R$ 261) e seus os “brinquedos” favoritos são folhas.

 

Em uma casa haitiana, garoto que vive com US $ 102 por mês (cerca de R$ 370), tem como brinquedo favorito um videogame portátil.

 

Em uma casa palestina que vive com US $ 112 por mês (cerca de R$ 406), o brinquedo favorito deste garoto é uma garrafa de plástico.

 

O brinquedo favorito desta garota que vive na Colômbia com US $ 123 por mês (cerca de R$ 446) é uma bola de vôlei.

 

Em uma casa nigeriana onde família vive com US $ 124 por mês (cerca de R$ 450), os brinquedos favoritos destas crianças são paus de madeira.

 

Em uma casa colombiana onde família vive com US $ 163 por mês (cerca de R$ 593), garotinha não tem brinquedos e seu gato é quem ela mais gosta.

 

Em uma casa indiana vivendo com US $ 245 por mês (cerca de R$ 891), o brinquedo favorito deste menino é um caminhão de brinquedo.

 

Em uma casa na Jordânia, garoto vive com sua família por US $ 249 por mês (cerca de R$ 906) e seus brinquedos favoritos são dois bichinhos de pelúcia.

 

Na Ruanda, garoto que vive com US $ 251 por mês (cerca de R$ 913) tem como brinquedo favorito um bastão.

 

Em uma casa boliviana onde família vive com US $ 254 por mês (cerca de R$ 924), o brinquedo favorito deste garoto é um bichinho de pelúcia.

 

Em uma casa indiana que tem renda de US $ 369 por mês (cerca de R$ 1.343), o “brinquedo” favorito deste jovem é um celular.

 

Em uma casa na Letônia, onde família vive com renda de US $ 480 por mês (cerca de R$ 1.747), o brinquedo favorito deste menino é um bicho de pelúcia.

 

Na Jordânia, onde família vive com US $ 583 por mês (cerca de R$ 2.122), o brinquedo favorito desta jovem é um tablet.

 

Em uma casa americana vivendo com US $ 855 por mês (cerca de R$ 3.111), o brinquedo favorito deste garoto é um Lego.

 

Na China, um garoto que vive com sua família com uma renda de US $ 2.235 por mês (cerca de R$ 8.133), tem como brinquedo favorito um modelo de tanque militar.

 

Em uma casa sul-africana que vive com US $ 2.862 por mês (cerca de R$ 10.415), o brinquedo favorito desta garotinha é um bicho de pelúcia.

 

No Quênia, um garoto que vive em uma casa com renda de US $ 3.268 por mês (cerca de R$ 11.893), o brinquedo favorito deste garoto é um tablet.

 

Em uma casa americana, garoto que vive com US $ 4.650 por mês (cerca de R$ 16.917), o “brinquedo” favorito é o equipamento de beisebol.

 

Na Jordânia, garoto que vive em casa com renda de US $ 7.433 por mês (cerca de R$ 27.041), tem como brinquedo favorito um grande bicho de pelúcia.

 

Em uma casa ucraniana vivendo com US $ 10.090 por mês (cerca de R$ 36.707), garotinha tem como brinquedo favorito também um grande bicho de pelúcia.

 

Em uma casa chinesa vivendo com US $ 10.098 por mês (cerca de R$ 36.737), o brinquedo favorito é um bicho de pelúcia.

Quantos bichos de pelúcia, não?! Mesmo assim, é possível ver a diferença até mesmo entre crianças que vivem no mesmo país, sejam eles mais avançados ou não. De qualquer forma, criança sabe se divertir com o que tiver a sua mão, mesmo o mundo sendo muito cruel às vezes.

A Boa do Dia

Menino que ligou para policia por fome recebe ajuda de todo país.

Published

on

O apelo do pequeno Miguel, de 11 anos, comoveu todo o Brasil. O menino ligou para a polícia dizendo que estava com fome e pediu comida, contando que a família só tinha fubá com água para comer.

Os policiais constataram a situação de miséria, não aguentaram e decidiram ajudar.

“A guarnição ficou bastante comovida ouvindo os relatos das crianças, que há três dias eles estavam se alimentando apenas com água e fubá”, afirmou o tenente Nilmar Moreira. E dona Célia, a mãe das crianças confirmou:

“Eu só tinha fubá e farinha. Já tinha uns três dias que a gente estava assim. E que já tinha acabado as coisas, já tinha mais de 20 dias, mas ainda tinha um pouquinho de arroz, de algumas coisas”, contou a mãe do menino. 

Depois que o áudio do Miguel viralizou na internet, tocou o coração de tanta gente, que pessoas de várias partes do Brasil começaram a mandar ajuda.

Fonte

Continue Reading

A Boa do Dia

Criatividade na crise: pães e caixas de ovos como lembrança de festa.

Published

on

Na Nigéria, os anfitriões de uma festa típica nigeriana distribuiu aos convidados lembranças pouco convencionais.

Como parte de uma típica celebração nigeriana, é comum que o anfitrião dê presentes aos convidados como forma de expressar gratidão àqueles que compareceram ao evento.

As lembrancinhas costumam variar de plástico a itens comestíveis. Nos últimos tempos, power banks, caixas e telefones entraram na lista de itens que são frequentemente compartilhados em festas como souvenirs.

No entanto, em meio ao aumento do custo dos alimentos no país, os organizadores de uma festa decidiram compartilhar pães e caixas de ovos como uma espécie de alívio para os participantes.

Os convidados ficaram surpresos quando receberam as lembranças, mas agradecidos também.

Em meio a crise, eis uma ótima ideia, não é mesmo?

Fonte

Continue Reading

A Boa do Dia

Gêmeas de 103 anos compartilham segredo da vida

Published

on

Foram 103 anos compartilhando os bons momentos de felicidade que tiveram.

As duas irmãs são as gêmeas mais velhas da Grã-Bretanha. Depois de cem anos de vida, elas compartilharam o segredo de uma vida longa.

As irmãs declararam que o segredo para se ter uma vida longa é comer bem e beber na hora de dormir.

Thelma Barratt, brincou dizendo que sua longevidade se deve ao seu amor pela comida, enquanto Elma Harris aprecia um conhaque e limonada.

No entanto, deve ser sempre servido num copo de brandy sem gelo, insistiu.

As irmãs, que agora moram em diferentes municípios, se reuniram para uma festa com a família.

Fonte

Continue Reading

Destaques