Connect with us

A Boa do Dia

Com 108 anos, homem não segura as emoções após ver bebê que recebeu o seu nome

Published

on

Veja o vídeo tão mágico do encontro deste homem com seu bisneto

A vida de Esmond Allcock é um literalmente um verdadeiro livro. Este homem nasceu em 1910, na pequena cidade de Moose Jaw, no Canadá e foi lá que começou a escrever sua história. O tempo passou e passou e atualmente este senhor possui admiráveis 108 anos e dezenas de descendentes. Com uma mesma mulher, Esmond teve seis filhos, 17 netos, 36 bisnetos e até o momento 12 tataranetos. Muita coisa, você não acha?

Mas de todos esses, um pequeno bebê está encantando este homem centenário mais que tudo. Tudo começou em uma conversa entre Esmond e uma de suas filhas. Ele contou que tem 71 descendentes e nenhum deles tem o seu nome. Não que fosse algo muito triste, mas aquele homem parecia gostar de receber esta homenagem.

E foi isso que aconteceu. Quando uma de suas netas ficou grávida, ela conversou com seu marido e os dois concordaram em “devolver” o nome Esmond para a família, isso depois de 107 anos do nascimento do verdadeiro patrono da família.

Quando a neta chegou com seu marido e o filho dela, Esmond não os reconheceu. Afinal, a idade e o grande número de parentes faz com que a cabeça deste senhorzinho fique confusa. Mas quando ouviu que aquele pequeno bebê tinha seu nome, o centenário homem não pôde controlar as emoções. Ele apenas repetia a frase “Você não sabe o que isso significa para mim”.

Veja o vídeo deste momento tão emocionante:

Muito fofo este encontro. Uma das filhas de Esmond revelou que agora ele pergunta todos os dias por seu bisneto de mesmo nome. Ela contou que ele acorda e pergunta se o pequeno vai até a casa dele, se já está na escolas e outras coisas referentes a vida dele.

Uma bela homenagem, você não acha?

Fotos: Reprodução Internet

Fonte:  Love what matters

A Boa do Dia

Menino que ligou para policia por fome recebe ajuda de todo país.

Published

on

O apelo do pequeno Miguel, de 11 anos, comoveu todo o Brasil. O menino ligou para a polícia dizendo que estava com fome e pediu comida, contando que a família só tinha fubá com água para comer.

Os policiais constataram a situação de miséria, não aguentaram e decidiram ajudar.

“A guarnição ficou bastante comovida ouvindo os relatos das crianças, que há três dias eles estavam se alimentando apenas com água e fubá”, afirmou o tenente Nilmar Moreira. E dona Célia, a mãe das crianças confirmou:

“Eu só tinha fubá e farinha. Já tinha uns três dias que a gente estava assim. E que já tinha acabado as coisas, já tinha mais de 20 dias, mas ainda tinha um pouquinho de arroz, de algumas coisas”, contou a mãe do menino. 

Depois que o áudio do Miguel viralizou na internet, tocou o coração de tanta gente, que pessoas de várias partes do Brasil começaram a mandar ajuda.

Fonte

Continue Reading

A Boa do Dia

Criatividade na crise: pães e caixas de ovos como lembrança de festa.

Published

on

Na Nigéria, os anfitriões de uma festa típica nigeriana distribuiu aos convidados lembranças pouco convencionais.

Como parte de uma típica celebração nigeriana, é comum que o anfitrião dê presentes aos convidados como forma de expressar gratidão àqueles que compareceram ao evento.

As lembrancinhas costumam variar de plástico a itens comestíveis. Nos últimos tempos, power banks, caixas e telefones entraram na lista de itens que são frequentemente compartilhados em festas como souvenirs.

No entanto, em meio ao aumento do custo dos alimentos no país, os organizadores de uma festa decidiram compartilhar pães e caixas de ovos como uma espécie de alívio para os participantes.

Os convidados ficaram surpresos quando receberam as lembranças, mas agradecidos também.

Em meio a crise, eis uma ótima ideia, não é mesmo?

Fonte

Continue Reading

A Boa do Dia

Gêmeas de 103 anos compartilham segredo da vida

Published

on

Foram 103 anos compartilhando os bons momentos de felicidade que tiveram.

As duas irmãs são as gêmeas mais velhas da Grã-Bretanha. Depois de cem anos de vida, elas compartilharam o segredo de uma vida longa.

As irmãs declararam que o segredo para se ter uma vida longa é comer bem e beber na hora de dormir.

Thelma Barratt, brincou dizendo que sua longevidade se deve ao seu amor pela comida, enquanto Elma Harris aprecia um conhaque e limonada.

No entanto, deve ser sempre servido num copo de brandy sem gelo, insistiu.

As irmãs, que agora moram em diferentes municípios, se reuniram para uma festa com a família.

Fonte

Continue Reading

Destaques