Carpinteiro cria aplicativo para ajudar deficientes visuais


Um carpinteiro com deficiência visual em Copenhague, desenvolveu o aplicativo para as tarefas simples que antes ele não conseguia realizar sozinho. Imagine que você não pode ver. Como resolveria questões simples do dia a dia, como saber se está bem vestida para uma entrevista de emprego?

“Com o aplicativo, o solicitante pode ligar 20 vezes por dia e sempre terá um voluntário disposto a atendê-lo”, promete Will Butler, vice-presidente da Be My Eyes. Com centenas de voluntários espalhados pelo mundo, ninguém precisa ser acordado as  4 da manhã para atender um solicitante. O fuso horário é levado em conta, de acordo com a necessidade de cada um.

O aplicativo tem 5,4 milhões em 175 países, falando 185 idiomas, esperando para ajudar usuários com deficiência visual. Cerca de 330.000 pessoas fazem uso Be My Eyes

O fascínio está em quão simples e rápido é. A maioria dos chamadores o usa para tarefas cotidianas, como distinguir a lata de pêssegos do pimentão. Uma mãe de Berlim liga para perguntar qual fio em seu kit de costura é azul para que ela possa consertar o suéter do filho.  Ocasionalmente, uma ligação de alto risco chega – uma vez, uma noiva cega a usou no dia do casamento para ter certeza de que estava linda antes de caminhar pelo corredor. 

Uma iniciativa que inspira, conecta e  transforma vidas. E transformando vidas, nós mudamos o mundo.

Reasons to be cheerful


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win
Drica Adamo