Connect with us

Mulheres

Ela quase morreu por usar um absorvente interno. E faz alerta a todas as mulheres sobre o perigo do uso

Published

on

Quem poderia imaginar que um simples absorvente poderia causar uma morte? Parece brincadeira, mas para a jovem de 17 anos, aquilo foi simplesmente uma luta para sobreviver.

Tudo começou quando Cables Peyton começou a se sentir mal durante sua menstruação, mas não deu muita importância, afinal ela estava se recuperando de uma febre glandular. Porém, assim que decidiu ir ao hospital, as coisas começaram a ter um outro enfoque. Na consulta, a enfermeira disse que aquilo não passava de um vírus.

Mas quando o resultado dos exames de sangue veio, descobriram que Cables estava com anemia, uma deficiência do ferro que aumenta os riscos de infecção. Contudo, o problema não acabou ai. Rapidamente, a menina começou a ter dificuldade para caminhar e uma fraqueza enorme.

Ao lado da avó, a jovem foi levada ao hospital. Seus pais, que estavam na Alemanha, retornaram assim que descobriram a gravidade de seu caso. Primeiro, Cables não podia nem comer e nem beber nada e, assim que voltou a sua dieta, chorava pela dor que a acometia toda vez que tentava comer.

Logo, seu corpo começou a apresentar sinais de inflamação e seus batimentos cardíacos aumentaram e muito. Sem falar, claro, dos vômitos ininterruptos. Foi então ai que os médicos descobriram tudo: a síndrome do choque tóxico era o que estava causando todo esse alarde.

Para piorar a situação, seus rins e fígados começaram a falhar devido ao envenenamento do sangue. Apenas os antibióticos seriam capazes de ajudá-la.

Segundo os médicos, isso só aconteceu porque Cables usou de forma errada os absorventes internos, apesar dela ter afirmado que não ficou mais de oito horas usando o produto, conforme é alertado.

Agora, a menina tenta alertar a todas as outras mulheres sobre o ocorrido.

Fotos: PA Real Life.

Mulheres

Tá na moda! Agricultora faz sucesso mostrando rotina na roça.

Published

on

A agricultora aposentada Maria Lúcia, 58 anos, nunca imaginou que se tornaria uma ‘influencer da roça’. Há um pouco mais de 9 meses, ela passou a publicar a vida simples no campo e tem encantado milhões de internautas. O perfil dela no TikTok já acumula mais de 2 milhões de seguidores.

Essa simpática senhora vive em um pequeno sítio no município de Riachuelo, no interior do Rio Grande do Norte, e teve o incentivo da filha para entrar nas redes sociais. “Acho que eles gostam desse conteúdo diferente que mostro. A vida simples. Eu apareço lavando o rosto com a água do balde… faço tudo isso com alegria e não reclamando dos problemas”, contou a aposentada.

Os vídeos de Maria Lúcia se espalharam rapidamente pela Internet e fizeram com que a aposentada fosse notada por muitos famosos, como Juliette, Dani Calabresa, João Gomes e Ana Maria Braga.

“É um sonho ver tudo isso. Ver pessoas que eu assistia na televisão falando sobre mim. Fico de queixo caído com elas assistindo, comentando e compartilhando algum vídeo meu. Ainda é bem surpreendente. Difícil de acreditar”.

Fonte

Continue Reading

Mulheres

Quando você vai assumir as rédeas da própria vida?

Published

on


“Não consigo a promoção que almejo no trabalho!” disse o empregado que não busca uma especialização profissional. Ou: “não consigo emagrecer!” disse alguém que não tem hábitos saudáveis desde a adolescência.

Assim como nos exemplos, acreditar que você só não alcança determinado objetivo, porque sempre existe “O” empecilho ( que muitas vezes é colocado por você mesmo), pode não ser o motivo certo para tanto.

Ocorre que muitas vezes, ainda que se tenha a ferramenta necessária para alcançar o que se almeja, alguém pode não atingir seu objetivo por falta de um fator intrínseco e não externo: a autorresponsabilidade.

“Não assumir a responsabilidade pela situação que está vivendo pode ser arriscado, pois a pessoa pode acabar a mercê do desejo do outro”. É o que alerta a psicopedagoga Vanessa J. Monti Chavez, em artigo publicado no Gazeta do povo.

Ela explica, também, que a falta de interesse nos próprios projetos e objetivos pessoais, sejam profissionais ou familiares, pode acarretar na tomada de decisão por terceiros em questões como salário, até sobre quem será seu parceiro ou se terá ou não filhos.

Por isso, assumir a responsabilidade pelas próprias escolhas e atitudes, entendendo como isso impactará na própria vida e na dos outros é de suma importância, principalmente para o desenvolvimento pessoal.

“Alguém só é capaz de desafiar-se a propósitos e objetivos diferenciados, inclusive buscar a se tornar uma pessoa melhor com novas habilidades, quando deixa de terceirizar a responsabilidade da sua vida, assumindo-a para si”, acrescenta ela, que também é psicóloga especialista em desenvolvimento de grupos e trânsito.

E o segredo para alcançar essa responsabilidade está no autoconhecimento, explica a psicóloga Ana Flávia Oliveira Souza. “Por meio do livre arbítrio, saber identificar o que é prioridade para si, bem como as coisas que se tem ou não controle, contribui para gerar a responsabilidade necessária para buscar o que se deseja”.

Autoconhecimento

Muitas vezes, a falta de autoconhecimento também pode desencadear uma imaturidade emocional que prefere delegar aos outros, do que assumir suas escolhas.

Assumir o erro e a imperfeição demanda um nível de humildade que nem todos têm, já que impacta diretamente na autoestima daquele que precisa ser responsabilizado, destaca Vanessa.

Conhecendo as próprias qualidades, defeitos, potencias e capacidades a serem desenvolvidas, as escolhas tomarão novas formas de serem decididas, destaca Ana Flávia. Afinal, toda escolha acarreta numa consequência, positiva ou negativa, que pode direcionar todo o rumo da vida daquele que a faz.

“E quando alguém se conhece e consegue assumir as responsabilidades pelas suas escolhas, torna mais fácil visualizar o passado e o futuro, analisando o que se pode ou não mudar para alcançar seus objetivos”.

Contudo, atenção: responsabilidade é diferente de culpa, alerta Ana Flávia. “Precisamos nos responsabilizar pela forma com que orientamos nossa vida e pelas nossas decisões, mas também temos que entender que as escolhas dos outros, ainda que impactem na nossa vida, não podem ser assumidas por nós mesmos”.

Fonte

Continue Reading

Ciência e saúde

Mulher de 70 anos revela segredo da juventude

Published

on

Carolyn Hartz tem surpreendentes 70 anos. Mesmo uma mulher com inúmeras plásticas não conseguiria, nesta idade, um visual tão jovial e brilhante como a de Carolyn.

Mas, essa aparência que até mesmo moças mais jovens nem sonham mais alcançar, tem um segredo.

E afinal, qual é o segredo? O principal deles é cortar o açúcar.

imagem/supplied

A jovem senhora diz que cortou o açúcar há 28 anos. No entanto, não foi fácil. Ela cozinha seus próprios doces e sobremesas com ingredientes perfeitamente doces e nutritivos, sem açúcar, como farinha de amêndoa e coco em vez de farinha.

De bem co a vida

Outro segredo de Carolyn  é saborear cada mordida da refeição, comendo devagar e com calma. Assim, segundo ela, você come menos e com mais prazer.

Carolyn faz meditação e passeia com o cachorro por 30 minutos. Ela fala que o segredo para ter uma vida saudável além de tirar o açúcar é estar de bem com a vida: “Seja feliz pelos sucessos de seus amigos, aproveite-os juntos. Nunca seja ciumento ou ressentido, ambas são emoções desperdiçadas e só prejudicam seu bem-estar. Atitude é o seu bem mais importante. A vida não é perfeita, aceite isso e agarre-a com as duas mãos (…) Mais importante, treine-se para ver o copo meio cheio. O dia é parcialmente ensolarado e não parcialmente nublado!

Fonte

Continue Reading

Destaques