Família

Até a última batida do coração: luta pela vida de Archie

Published

on

Archie Battersbee, de apenas 12 anos, está em coma desde que sofreu danos cerebrais depois de ser encontrado inconsciente em casa em Southend em 7 de abril.

Depois de quase quatro meses em coma, os médicos decidiram encerrar o suporte de vida do menino, embora seus pais estejam lutando para dar-lhe mais tempo.

No entanto, Juízes da Suprema Corte se recusaram a intervir, deixando sua família recorrer ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos. E foi o que fizeram na manhã de quarta-feira.

Sua mãe Hollie Dance, questionou por que seu tratamento não poderia ocorrer em outro lugar já que o Reino Unido não quer prosseguir.

A mãe de Archie diz que tem outros países que querem levar Archie para prosseguir o tratamento. “Eles têm altas taxas de sucesso e eu pessoalmente não vejo o mal. Se eles puderem oferecer um pouco de esperança…” ela acrescentou.

Indignada ela questionou? “Ele tem que morrer neste país porque este país não quer mais tratá-lo? Há outros países que querem tratá-lo e acho que ele deveria poder ir.”

Quando pressionada sobre quais eram as opções no exterior, ela disse “Tóquio, no Japão e também na Itália

Destaques

Sair da versão mobile