Troque a vitamina C pelo Zinco no combate a gripe. Entenda o que ele pode fazer por você


PUBLICIDADE
Pesquisas sugerem que a vitamina C e o suco de laranja não ajudam a vencer um resfriado

O grande vilão deste inverno nos Estados Unidos é a gripe. Porém, não é apenas um resfriado causado pelo vírus comum, e sim um mais rigoroso que já causou a morte de 37 crianças ao redor do país.

Por conta disso, as vendas de bebidas que contém vitamina C, como o suco de laranja, tem aumentado pela primeira vez desde a última década.

PUBLICIDADE

Na contramão disso tudo, alguns especialistas sugerem que a vitamina não é tão eficaz assim.

Segundo eles, a vitamina C não faz nada para prevenir ou tratar o resfriado comum, e o que pode realmente te ajudar a reduzir os sintomas e a duração do seu resfriado é o Zinco.

Uma experiência de 2013 que envolveu mais de 11.300 pessoas descobriu que não existe nenhum um efeito consistente da vitamina C na duração ou gravidade dos resfriados.

O único lugar em que os autores do experimento observaram alguns benefícios da suplementação de vitamina C foi em corredores de maratona, esquiadores e soldados. E mesmo nesses grupos pequenos, o efeito observado foi mínimo.

“O fracasso da suplementação de vitamina C para reduzir a incidência de resfriados na população geral indica que a ingestão de rotina de dela não é justificada”, escreveram.

Outros fatos que foram enfatizados são os malefícios que grandes quantidades da vitamina podem trazer ao nosso corpo, incluindo o aumento do risco de cálculos renais dolorosos.

Se você quer aumentar a sua ingestão geral de vitaminas e minerais, procure uma dieta baseada em frutas e vegetais frescos. Esta é a melhor maneira para que o máximo de nutrientes seja processado.

Zinco

Há, no entanto, um suplemento que tem demonstrado grande eficácia contra o vírus da gripe.

O zinco pode ser sua melhor aposta contra o resfriado comum.

Ele é um elemento que mexe com as células que o nosso sistema imunológico depende para funcionar.

A ausência do zinco em nosso organismo pode nos deixar mais frágeis e sucessivos à contrair doenças. O recomendado é que seja ingerido de 15 a 25 mg de Zinco por dia.

O excesso também pode trazer problemas, como uma interferência na imunidade que traz o efeito contrário do pretendido.

Foto: Guia do Corpo

Então, ao invés de se entupir com bebidas efervescentes carregadas com vitamina C, absorva os nutriente dos alimentos.

Morangos e muitas outras frutas, carnes e vegetais, como grãos-de-bico, feijão, cogumelos, caranguejo e frango são todos ricos em zinco.

E se você não está obtendo suficiente Zinco em sua dieta, experimente um suplemento.

Fonte: IFLS

POSTS PATROCINADOS