7 medidas emergenciais para lidar com queimaduras causadas pelo sol


Medidas emergenciais para tratar queimaduras
PUBLICIDADE

Se você nunca sofreu com as queimaduras causadas pelo sol, certamente conhece alguém que já passou por isso. Causadas pelas superexposição aos raios ultravioleta (UV), elas são caracterizadas por dolorosas lesões cutâneas e por uma vermelhidão bem notável.

Para lidar com o problema, que também é acompanhado de irritação e sensibilidade ao tato que se mantém por dias, é fundamental saber como tratá-lo. Confira abaixo algumas dicas emergenciais para dar uma basta nas queimaduras.

PUBLICIDADE

1 – Tomar uma ducha
Foto: Saúde – IG

O ‘estrago’ causado pelo sol sobre a pele é responsável pelas sensações de dor e coceira. E para lidar com ambas, uma ducha em temperatura morna é uma excelente alternativa.

E tenha em mente que não é bom não deixar a água nem quente nem gelada, por conta do estado de sensibilidade da pele.

2 – Sabonetes ou géis, nem pensar!

A aplicação dos produtos citados nas regiões queimadas irritam o tecido e dificultam a regeneração da pele. Por isso, o quadro ideal consiste em não utilizar nem sabonetes aromatizados em nem géis enquanto os sintomas não aliviarem.

Para quem não dispensa o uso, águas de hamamélis ou de calêndula surgem como excelentes alternativas.

3 – Usar gel de babosa
Foto: Site do Bem

Se acima nós pedimos para que o uso de géis seja evitado, no caso do oriundo da babosa, vale (e muito) a exceção. O produto conta com propriedades antissépticas e anti-inflamatórias que atuam contra infecções.

O gel da babosa também pode ser usado para lidar com o ardor e a coceira.

4 – Beber mais água

Além de todos os efeitos já conhecidos, as queimaduras causam impactos secundários. Um deles é a desidratação cutânea.

O consumo de água superior ao habitual ajuda na reparação dos tecidos e mantém a hidratação da pele, além de melhorar a circulação do sangue.

5 – Aplicar camomila
Foto: Reprodução

A camomila pode ser utilizada de três maneiras: infusão, banho ou compressa.

No caso da infusão (da camomila fria), a sensação refrescante é essencial para aliviar a sensação de ardor e a coceira. Já o banho e a compressa contam com propriedades anti-inflamatórias que também proporcionam a sensação de alívio.

6 – Usar compressas de gelo

Antes de tudo, uma ressalva: a alternativa deve ser optada apenas 12 ou 24 horas após as queimaduras se manifestarem. Isso se dá por conta da sensibilidade da pele.

As compressas deixam os sintomas menos agressivos conforme a temperatura fria refresca as áreas afetadas.

7 – Proteja a pele
Foto: MD.Saúde

Melhor do que tratar queimaduras, é preveni-las. Os impactos dos raios UV são verdadeiramente perigosos e podem, inclusive, causar até mesmo câncer. O uso de protetor solar é a exposição equilibrada em horários nos quais o sol está mais fraco são essenciais.

Fonte: Melhor com Saúde

POSTS PATROCINADOS