Testemunha denuncia negligência em maternidade ao ver bebê cair no chão ao nascer


Bebê cai no chão ao nascer
PUBLICIDADE

O momento do parto é único para qualquer mulher. É quando ela mais precisa de conforto e assistência, tanto dos familiares quanto da equipe médica ao seu redor. Um caso que aconteceu em Rio Branco, no Acre, tem chamado a atenção recentemente.

Uma mulher que acompanhava outra paciente acabou presenciando uma cena chocante na Maternidade Bárbara Heliodora: um bebê caiu no chão ao nascer, enquanto a mãe se dirigia a uma cadeira de rodas  para ir ao centro cirúrgico. De acordo com a testemunha, a mulher reclamou incessantemente de dores. Enquanto isso, o marido tentava chamar um enfermeiro diversas vezes, sem sucesso.

PUBLICIDADE

Somente na última tentativa é que ele levou uma cadeira de rodas para atender a mãe. Ela avisou que o bebê estava nascendo e assim que tentou se sentar, a criança caiu no chão. Nas redes sociais, a testemunha contou que a bolsa da mulher não tinha se rompido ainda, o que acabou evitando maiores riscos:

“No momento ninguém teve reação e o pai da criança que pegou o bebê. Felizmente a criança passa bem e nada aconteceu. Na hora fiquei muito nervosa e não consegui gravar tudo. Precisamos ficar atentos porque uma cena dessas pode acontecer com qualquer um de nós”, comentou.

Outro lado do caso:

O G1 entrou em contato com o hospital e falou com a gerente da unidade, Serlene Gonçalves. Segundo a profissional, o enfermeiro em questão foi afastado e um procedimento administrativo para apurar o incidente foi aberto. Ela disse que outras pessoas já tinham feito reclamações do enfermeiro, mas que se trata de um caso isolado:

“Não posso dizer o que aconteceu no ato e estamos apurando todos os fatos. Ainda vamos ver todo o processo, o prontuário e tomar as medidas cabíveis, tudo que for necessário. Vamos ouvir a equipe, a mãe já recebeu alta e o bebê está bem”, disse. Os pais não fizeram nenhuma denúncia sobre o ocorrido. Serlene vai contra a afirmação da testemunha sobre a falta de socorro:

“O vídeo mesmo mostra que não se negou assistência, então, por isso estou colocando que temos de apurar para não haver penalidade indevida também. Como gerente do hospital afirmo que todas as medidas estão sendo tomadas e reafirmo que é um caso isolado. Temos profissionais que prestam um bom serviço”, conclui.

O importante é que casos como esse não se repitam, pois todas as pessoas têm direito a um atendimento de qualidade. Ainda mais bebês e gestantes! Por sorte, a criança passa bem, mas ela poderia ter graves sequelas pela queda, fica o alerta.

Foto: Reprodução/ Vídeo/ Redes Sociais/ G1

Fonte: G1

POSTS PATROCINADOS