“Saidinha” de dia das mães libera Suzane Richthofen e Anna Carolina Jatobá na manhã desta quinta-feira


PUBLICIDADE
Indulto de dia das mães libera Suzane Richthofen e Anna Carolina Jatobá da cadeia

Suzane Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte de seus pais ,em outubro de 2002, recebeu mais uma vez o direito do indulto de dia das mães.

É a terceira vez que a detenta recebe esse direito e, segundo o G1, pode ser a última. Os advogados de Suzane estão pleiteando um regime aberto, aquele que o preso cumpre o restante da pena em liberdade.

PUBLICIDADE

Richthofen foi recebida na saída do presídio Tremembé pelo seu noivo, um empresário de Angatuba (SP), e deve retornar na próxima terça-feira.

Cristian (42 anos) e Daniel Cravinhos (36 anos), os dois cúmplices de Suzane no crime, tiveram o regime aberto concedido pela justiça. O irmão mais velho saiu em 23 de agosto de 2017 e o caçula deixou a penitenciária de Tremembé em 16 de janeiro deste ano.

Porém, em abril de 2018, Cristian foi detido por agredir uma mulher e tentar subornar policiais militares em Sorocaba (SP), no interior de São Paulo.

Ana Carolina Jatobá

Na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, outra detenta polêmica recebeu o benefício do indulto de dia das mães. Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada, Isabela Nardoni, em 29 de março de 2008.

Essas duas liberações, apesar de não serem ilegais, causaram bastante indignação nas pessoas pelo fato de que o crime que as duas condenadas cometeram está diretamente ligado à data simbólica que é o dia das mães.

De acordo com a advogada criminalista, Fernanda de Almeida Carneiro, em uma entrevista para o jornal da Record, a população poderia aproveitar essa sensação de impunidade para exigir leis mais rígidas.

Qual é a sua opinião?

Fonte: G1

POSTS PATROCINADOS