Saiba o que fazer quando a parte de trás do seu brinco começa a cheirar mal


PUBLICIDADE

Se você é o tipo de pessoa que adora usar um brinco, esse post foi feito especialmente para você. Como você sabe, é muito comum que um cheirinho desagradável faça parte do seu dia a dia que geralmente vem junto com uma certa gosminha amarelada.

Mas por que isso acontece? É bem simples: essa gosma é feita de células mortas da pele e qualquer tipo de produto capilar ou de beleza que se acomodam na orelha. Assim, quando sua pele começa a substituir a parte morta, acaba deixando um pouco dela para trás.

PUBLICIDADE

Por conta disso, uma pastinha meio esverdeada, amarelada vai ficando fedida conforme as bactérias se desenvolvem, dando aquele cheiro meio (como posso explicar?) de queijo. E isso, queira saber, é devido ao fato de você não esfoliar seu corpo da maneira apropriada.

E acredite: todos nós corremos o risco de ter esse probleminha. Mas se você pode ter mais predisposição caso use um mesmo brinco por muito tempo ou tenha furado as orelhas recentemente ou mesmo se elas coçam uma hora ou outra.

Mas como você pode se livrar disso? Vamos lá com as dicas:

1. Tire o brinco

A primeira dica é bem simples. Deixe sua orelha respirar um pouco e remova os brincos imediatamente. Se você as furou recentemente, fale antes com o profissional, porque esse odor pode ser que você apenas precise de uma desinfecção.

2. Limpe-as

Basicamente, pegue um pouco de sabão e um pano macio e esfregue lentamente suas orelhas de trás para frente para tirar toda a pele morta. Caso elas estejam irritadas, lembre-se de passar um óleo antibacteriano também. E por fim, use um simples creme para hidratá-la.

3. Lave e/ou troque o brinco

Agora tá na hora de dar uma boa lavada no brinco. Caso você queira colocá-los de volta, limpe-os e seque-os logo em seguida. Mas lembre-se de sempre alterná-los.

E fica a dica: quando for tirar qualquer brinco que seja, não se esqueça de lavá-los, ok?! Você pode usar um sabão neutro e um pano suave para limpar metal. Só fique atento com brincos mais delicados como opala, pérola ou turquesa.

4. Não lave em excesso

Tome cuidado na hora de esfoliá-las, hein?! Dependendo da força que você faz, você pode acabar danificando a pele existente ali.

5. Mantenha-se sempre limpo

Tudo ao seu redor deve estar o mais limpo possível. Troque as fronhas dos travesseiros e os lençóis de vez em quando para evitar que o sebo se acomode. Ah, e é importante lavar com frequência os cabelos, sem deixar resto de shampoo ou condicionar neles, ok?!

Por último, não se esqueça de lavar os brincos sempre que possível.

E aí? Gostou das dicas? Você sofre com esse problema?

Fotos: Laura Caseley/ LittleThings

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.