Professora organiza festa para aluno com distúrbio alimentar raro e emociona a escola toda


PUBLICIDADE

Cayden é um garotinho de apenas 5 anos que frequenta o jardim de infância. No entanto, devido às suas múltiplas e severas alergias alimentares, o pequeno sente-se excluído das festas de aniversário dos seus colegas de classe e de quase todas as atividades de base alimentar na escola. Isso porque ele não pode comer o que as outras crianças comem.

O garotinho tem um distúrbio raro chamado Síndrome da Enterocolite Induzida por Proteína Alimentar. Atualmente, ele tem 12 alergias alimentares conhecidas, mas pode ser alérgico também a qualquer outro alimento que nunca comeu antes. Nenhum teste existe para ver ao que ele é alérgico. Todos apenas lhe fazem ingerir algo novo para ver se o pequeno fica doente ou não.

PUBLICIDADE

Sua mãe sempre manda cada refeição, lanche e sobremesa de Cayden para a escola. Ele tem uma lancheira que toma metade do tamanho de sua mochila por essa mesma razão. Toda vez que há uma festa ou aniversário, a mãe também envia algo para que ele possa ter algo especial para comer, enquanto as outras crianças comem bolo, chocolate e pizzas.

Para a festa de Natal anual que a escola promove, a mãe pensava em fazer exatamente as mesmas coisas pelo filho, quando recebeu um e-mail da professora do jardim de infância. Nele dizia:

“Eu queria uma festa para Cayden, onde tudo é amigável para Cayden. Sra. Sheats [a auxiliar] e eu vamos sair e comprar o suco de maçã 100% original de Mott, Lucky Charms [um tipo de cereal], Armour Vienna Sausage original [um tipo de salsicha], copos de gelatina de morango sem açúcar e batatas fritas clássicas Lays (saco amarelo). Eu gostaria de um dia em que Cayden não tenha que se preocupar com o que as outras pessoas têm e onde ele possa ter tudo. Se você ver algo que não funcionaria, por favor me avise !! Eu tentei passar o que você trouxe para a aula para ele e o que estava na lista de alimentos aprovados. Você é mais que bem-vinda para aparecer amanhã ou sexta-feira ou ambos para garantir que tudo que temos seja aprovado !!”

O dia especial

A professora e sua auxiliar também enviaram bilhetes para as casas de outros alunos dizendo que toda a comida fornecida para a festa seria especial, devido as alergias alimentares do aluno. A mãe de Cayden se ofereceu para fazer bolinhos especiais, mas deliciosos, para que as crianças experimentassem.

A festa foi um sucesso completo! Cayden foi capaz de comer tudo sem medo, e sua mãe estava chorando de tanta felizidade com a generosidade e cuidado da professora de seu filho. Por mais profissionais da educação assim no mundo!

 

Fonte: Huffington Post

POSTS PATROCINADOS