Professor dá aulas gratuitas em praça do Rio de Janeiro e nos mostra o melhor do ser humano


PUBLICIDADE
Professor carioca dá aulas de física gratuitas em praça pública

As redes sociais têm sido usadas como uma ferramenta para as pessoas disseminarem algumas atitudes boas em que elas esbarram no seu dia-a-dia. No meio de tanto ódio e falta de empatia, não é de se estranhar que os indivíduos queiram compartilhar as raras boas ações que encontram.

Foi isso que motivou a carioca Van Novaes a publicar no seu Facebook a foto de um professor que dá aulas gratuitas de física em uma praça da cidade.

PUBLICIDADE

Ele colocou uma placa escrito “Tiro dúvidas de matemática e Física – (Grátis)” e dava uma de suas explicações no momento do clique.

eu nem sei o que dizer sobre essa foto, só que meu coração deu um sorriso de amor e esperança…"Tiro dúvidas de matemática e Física – (Grátis)

Posted by Van Novaes on Friday, March 16, 2018

Depois da foto viralizar, o Jornal extra descobriu que esse professor se chama Silvério Morón, de 63 anos.

Ele é um engenheiro formado que no momento do flagra ajudava o estudante de engenharia Marcio de Almeida. Marcio estava prestes a desistir do curso por causa da sua dificuldade com matérias de cálculos.

“Vou dar aulas para ele até o final do curso. Foi um presente para mim”, disse Silvério.

Foto: Canal Instituto de Longevidade Mongeral Aegon

Apesar de não ter licenciatura, ele já dá aulas particulares há 14 anos e ajuda também um grupo de idosos que fazem supletivo e têm dificuldade com matemática.

“Fiquei uns 40 minutos com eles tirando dúvidas. Um deles tinha um sorriso lindo. A cada exercício que ele acertava, abria um sorriso e o sorriso dele é o do meu coração. Quero motivar os alunos a estudarem e a gostarem de matemática e física e quero motivar outras pessoas a darem aula também. Em duas semanas foram três alunos, vou fazer isso até dezembro e minha meta é chegar a 100”, diz.

Esse tipo de notícia devolve a nossa fé na humanidade, não é mesmo?

Fonte: Extra

POSTS PATROCINADOS