Professora vai até a África atrás de órfão. E emociona ao revelar que irá adotá-lo


PUBLICIDADE
Emilie não imaginava que estava prestes a conhecer o seu filho

Emilie Larter é um jovem professora britânica que tem uma história muito inspiradora sobre como conheceu o seu filho, Adam.

A professora viajou ao continente africano logo após de formar na universidade. O objetivo era realizar uma série de trabalhos voluntários e depois voltar para casa.

PUBLICIDADE

Larter morou e trabalhou em Uganda, país que fica a cerca de 2 mil quilômetros de distância de Malawi, local onde Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank conheceram a sua filha, Titi.

Em um dia comum de trabalho, Emilie recebeu a notícia de que teria que buscar um recém-nascido que tinha acabado de ficar órfão. Sua mãe faleceu durante o parto e o pequeno precisava ser levado para um orfanato.

The moment we met! 15/9/14

Posted by Emilie Larter on Monday, April 10, 2017

Durante o tempo em que trabalhou no continente africano, ela já tinha presenciado situações semelhantes e, por mais que fossem tristes, já tinha se acostumado com esse tipo de ocorrência.

A tarefa parecia simples, mas quando ela pegou a criança no colo sentiu alguma coisa mudar.

Emilie descreveu algo semelhante ao depoimento de Giovana Ewbank, sobre como conheceu a sua filha Titi em Malawi, país que fica a cerca de 2 mil quilômetros de onde a professora estava.

Foi instantânea a ligação, e a garota cuidou do bebê no orfanato ao longo de todos os dias em que ficou no país. Até que teve que voltar para a Inglaterra, e seguir com a sua vida.

Decisão

Logo que chegou à sua terra natal, Emilie sabia que algo havia mudado em seu coração. Ela não conseguia parar de pensar em todos os momentos que passou com aquele bebê.

A garota prometeu economizar dinheiro para poder visitá-lo em todas as suas férias, porém, a saudade era tanta que ela precisou tomar outra decisão. A professora quis adotá-lo.

Adoção

Quem conhece todos os percalços que Giovanna e Bruno Gagliasso tiverem que passar para adotar sua filha, sabe que não é nada simples.

Emilie teve que abdicar de muitas coisas de sua vida na capital inglesa para viver cerca de 1 ano em Uganda, antes que pudesse trazer seu filho para casa. Trabalho, casa, amigos e família, foram coisas que ela teve que deixar para trás.

Já no continente africano, ela conseguiu um emprego em uma escola internacional perto de onde morava.

Por um infortúnio do destino, ela teve que ser dispensada e não tinha como se manter no país sem um emprego.

A jovem decidiu procurar ajuda financeira na internet de um forma bastante popular nos dias de hoje, o financiamento coletivo.

Morning time cuddles ☺️ #smiles #happy #adoption #toddler #toddlerhairstyles #myboy #myworld #uganda #hugs #mummyandson #iloveyou

Posted by Emilie Larter on Saturday, July 15, 2017

Esse prática consiste em pedir dinheiro para uma causa e, se as pessoas se identificarem, o pouco de doação de cada um se torna um valor significativo.

Emilie inicialmente pediu 4.500 libras, mas conseguiu arrecadar mais de 15 mil libras.

Um ano se passou e Emilie já voltou para Inglaterra com seu filho batizado de Adam. Os dois vivem uma vida feliz e suas fotos nas redes sociais provam isso.

Sunday swim! 💦 We don't make use of the gorgeous pool a 5 minute walk from our house anywhere near enough – and I'm sure…

Posted by Emilie Larter on Sunday, August 20, 2017

One year ago, as 2016 came to an end and 2017 began, I was full of worry and stress and my hair was falling out…

Posted by Emilie Larter on Monday, January 1, 2018

Torcemos muito para que os dois sejam felizes.

Fonte: Perfeito

POSTS PATROCINADOS