Padre Marcelo Rossi dá alerta sobre depressão e conta como percebeu que precisava de ajuda


PUBLICIDADE

Marcelo Rossi conta sobre a terrível doença que é tratada como “frescura”

A depressão é uma doença muito perigosa que afeta 2 milhões de brasileiros todos os anos. O problema deste distúrbio mental é que muitas vezes ele é tratado como frescura e não recebe o seu devido valor. O padre Marcelo Rossi, por exemplo, sofreu com este quadro e declarou que no começo não achava algo perigoso,“Durante 19 anos da minha vida, ajudei pessoas a saírem da depressão, levando-as a Jesus, mas eu não acreditava”, revela.

E é claro, o sacerdote infelizmente não é uma exceção. Muitas pessoas menosprezam a depressão como se fosse apenas uma frescura, o que na verdade está bem longe de ser. Este terrível quadro afeta nossos hormônios e neurônios e fazem com que os que sofram com ela se sintam tristes constantemente. E não é só isso, as vítimas dela passam a ver o dia com angústia e não sentem mais vontade de fazer nada.

PUBLICIDADE

O padre revela que foi quando o Papa Francisco veio ao Brasil, ele sentiu um sentimento negativo muito grande. E isso fez com que ele percebesse que aquilo tudo era real e que ele realmente corria um risco. “Eu não cantei para o Papa, foi aí que me dei conta: preciso me tratar”, lembra.

O tratamento

O tratamento da depressão é feito com a remédios. Mas como o padre estava com problemas no fígado, ele revela que teve que fazer tudo de outra forma. Para ele, a prática de exercícios físicos foi algo muito positivo e que ajudou muito em sua recuperação.

O psiquiatra Antônio conta que o mais importante é que as pessoas entendam que a depressão é uma doença. Ele também diz que ela é muito perigosa e merece o máximo de atenção.

Fotos: Reprodução Internet

Fonte: VIX

POSTS PATROCINADOS