Órfão que perdeu dois braços na guerra do Iraque está feliz com o nascimento do filho


PUBLICIDADE
Míssil dos EUA foi responsável por destruir sua casa em Bagdá

Quando Ali Abbas  se deitou na cama do hospital com ambos os braços explodidos e terrivelmente queimados, os médicos deram ao jovem, com apenas 12 anos de idade, poucas chances de sobrevivência.

Mas 15 anos após a explosão da bomba que eliminou toda a sua família, o rapaz de 27 anos agora é o pai orgulhoso do bebê Yusuf, uma criança que ele nunca acreditou que teria.

PUBLICIDADE

A alegria de Ali está em marcada em contraste com as imagens horríveis dele com queimaduras de primeiro grau, depois que sua casa de Bagdá foi atingida por um dos mísseis nos EUA na Guerra do Golfo de 2003.

Na época, o Mirror lançou uma campanha para levá-lo para o Reino Unido para fazer um tratamento. Graças aos seus leitores, conseguiram arrecadar dinheiro o suficiente para ajudar na situação.

Ali após tratamento

Ali falou com o jornal enquanto dava de mamar ao pequeno Yusuf, usando os pés. Ele disse: “Em meus momentos mais sombrios, nunca poderia ter imaginado que eu me tornaria um pai um dia.” 

“Agora, Yusuf é o meu futuro, minha família. Agora seus braços são meus braços. A partir de agora, para cada dia de sua vida, vou vê-lo fazer todas as coisas que eu não consegui fazer”, continua o rapaz.

Abbas diz que pretende ser um modelo para o garoto.”Enquanto eu não tenho meus braços, eu ainda posso alimentá-lo, usando meus pés, e enquanto eu não posso abraçá-lo, muitas vezes nos deitamos juntos, lado a lado, para que eu possa beijá-lo.” 

“Depois de tudo o que aconteceu na minha vida, quase tenho que me beliscar para acreditar que ele está aqui. Ele é o presente mais maravilhoso e precioso e estou determinado a ser o melhor pai para ele.”

Presente

Yusuf nasceu em um hospital central de Bagdá em 23 de janeiro, pesando saudáveis 8 quilos.Ele é fruto do amor de Ali com Zainab, com quem ele se casou em fevereiro do ano passado.

Ali tornou-se cidadão britânico em 2010 e mora em Londres.

Torcemos para que a família de Ali continue crescendo e traga muitos felicidades para ele.

Fonte: Mirror

POSTS PATROCINADOS