Mulher participa de ‘fábrica de bebês’ e é obrigada a dar filhos à Hitler. Anos depois, conta detalhes


Mulher participa de 'fábrica de bebês' e dá filhos a Hitler
PUBLICIDADE

A Primeira Guerra Mundial foi devastadora. Com ela, inúmeras vidas se perderam e famílias foram destruídas enquanto seus países lutavam pelo poder e pela conquista territorial. A Alemanha saiu como a grande derrotada pela Inglaterra, França e Estados Unidos. Nesse período, os alemães enfrentaram grandes dificuldades e vendo a franqueza do povo, o nazismo de Adolf Hitler surgiu como um grande ‘salvador’ de toda a pátria. Com ele, seus cruéis ideais antissemitas.

Muitas pessoas foram conquistadas pela fala autoritária e imperiosa de Hitler, que chegou ao poder especialmente na época da 2ª Guerra Mundial. Inclusive Hildegard Trutz. Em 1933, ela era uma  jovem de 18 anos, que acabou se encantando pelos preceitos nazistas. Uma das líderes da ideologia disseminada pelo país e posteriormente, pelo mundo, se aproximou dela com uma proposta: dar filhos ao Führer. Isso era parte de um projeto para “produzir crianças” de raça ariana, através de mulheres saudáveis e com todas as características louváveis pelo ditador, sem qualquer conexão com judeus.

PUBLICIDADE

Dá filhos ao Hitler

Dá filhos ao Hitler

Quer dar um filho a Hitler:

Ela teria que ter relações com oficiais nazistas e quando engravidassem seriam enviadas para um castelo com todo o luxo necessário para uma gravidez tranquila. Hildegard aceitou a proposta e assinou um contrato que atestava que ela abriria mão da criança assim que nascesse para que se tornasse propriedade do estado. As meninas que participavam disso podiam escolher seu ‘parceiro’ desconhecido:

Dá filhos ao Hitler

Dá filhos ao Hitler

“Como o pai do meu filho e eu acreditamos plenamente na importância do que fazíamos, não tínhamos nenhuma vergonha ou inibição de qualquer tipo”, confessou Hildegard, anos depois. Ela engravidou em pouco tempo e quando levada para a maternidade, recusou todo tipo de anestesia porque “nenhuma boa alemã pensaria em ter algum artifício, como injeções para amortecer a dor”, disse. Quando a criança tinha apenas 2 semanas, ela foi tirada dos braços de Hildegard, que nunca mais a viu.

Dá filhos ao Hitler

Dá filhos ao Hitler

Ela ainda cogitou ter mais filhos para entregá-los, mas acabou se apaixonando por um oficial e se casou. Ao contar para o marido o que fez, ele não se importou, afinal, era pelo Hitler. Durante o período nazista, nasceram mais de 20 mil bebês, muitos deles foram adotados após a guerra, mas não há arquivos que atestem o número, pois foram destruídos.

Foto: Reprodução/ Internet

Fonte: Baúl de Ideas

POSTS PATROCINADOS