Mulher chega a pesar 180 kg. E o maior incentivo de sua mãe para ela é… comer ainda mais


Mãe incentiva filha a comer cada vez mais
PUBLICIDADE

Por bem, hoje em dia as pessoas cada vez mais se aceitam como elas são. Padrões de moda e sociais começam a ser questionados enquanto tabus são quebrados. Contudo, até que ponto isso se torna nocivo quando a saúde é colocada em jogo?

Aos 22 anos, a norte-americana Caitlin Finley já chegou a pesar 180 quilos. No entanto, isso não é um problema para ela, pelo contrário. Digamos que continuar ganhando peso se tornou uma meta.

PUBLICIDADE

E o papel de sua família em relação a isso? Bom, para a mãe, o melhor que a filha faz é comer, comer e comer um pouco mais.

O papel da mãe, Dorothy, é o mais chocante nessa história. Fotógrafa e fornecedora de junk food, ela é maior incentivadora de Caitlin. Segundo ela, o mais importante é ver a filha feliz.

Quanto mais ela engordar, mais feliz ela fica

Contra todas as críticas, a jovem se diz feliz com seu corpo. Ela se diz saudável e apesar de ter um índice de massa corporal (IMC) de 80 (uma pessoa com o peso ideal não deve ter mais do que 25), afirma que sua dieta de 10 mil calorias por dia não faz mal algum.

“Posso comer três pedaços de pizza, quatro lanches, batata-frita, um litro ou dois de refrigerante e dois ou três milkshakes em uma refeição”, diz a jovem.

Caitlin conta que hoje ela se orgulha de seu corpo, mas nem sempre foi assim. Quando criança ela precisou lidar com o bullying e com muitas provocações, principalmente, na escola.

“Meu objetivo a longo prazo é ser tão grande quanto possível e ainda assim não precisar passar minha vida numa cama”, completa a norte-americana.

Fonte: Little Things

POSTS PATROCINADOS