Mulher descobre que foi humilhada ao ouvir o que médicos disseram durante sua cirurgia


PUBLICIDADE

Acho que provavelmente o profissional em que mais confiamos é o médico. Mas o que você faria se fosse totalmente desrespeitada por um deles? Suponho que isso aconteça mais do que imaginamos.

E infelizmente, esta moça, Ethel Easter sofreu com um grande abuso por parte dos médicos quando estava no hospital precisando de uma cirurgia para hérnia de disco. Só que a resposta que lhe deram era que Ethel teria que esperar por mais dois meses até conseguir ser operada.

PUBLICIDADE

Mas isso não é nada comparado ao que veio depois: o médico teria gritado com ela, fazendo a chorar. Quando outro médico veio, Ethel tinha certeza de que seria para acalmá-la, mas ao invés disso, ele falou para ela ir embora e ainda disse que seu outro médico teria escrito comentários maldosos sobre ela.

Foi aí que Ethel decidiu que teria que investigar melhor tudo aquilo. Ela não poderia deixá-los sair limpos disso. Assim, o plano dela foi colocar um gravador escondido em seu cabelo durante sua cirurgia. E você não acredita no que ela descobre.

Aparentemente, tudo o que eles falaram era negativo. Eles a chamaram de diversos nomes, humilhando-a completamente, tirando sarro de seu tamanho, de seu umbigo e até falando como ela era difícil. Tudo isso porque eles sabiam que Ethel não conseguiria ouvi-los. Parece loucura, não?

A única coisa que o hospital fez foi divulgar um comunicado dizendo que iria subir o padrão de seus médicos.

Mas para Ethel ainda é muito difícil entender tudo aquilo. “Eles não tinham direito de dizer essas coisas sobre meu corpo. Foi totalmente não profissional e errado”, disse ela. Pelo que se sabe, Ethel os teria processado.

Veja o vídeo para saber mais detalhes:

E aí? O que você achou disso?

B. Ponzio

Fotos: Youtube,Independent.co.uk, Abcnews, Getty, Daily Mail.

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.