Menino de 16 anos que vivia em orfanato enche professora de lágrimas ao pedir para ser adotado


Jovem é adotado por sua professora
PUBLICIDADE

Desde seus 9 anos de idade, Anthony, 16, não conhecia um outro lar que não fosse o orfanato. Morador de Beaumont, no Texas (Estados Unidos), o adolescente começava a desacreditar que seu sonho de ser adotado fosse concretizado. Afinal, a essa altura, a idade se mostrava um grande empecilho.

Contudo, a chama ainda acesa do jovem proporcionou um momento da mais pura emoção. Aluno da escola Pathways Learning Center, quis o destino que fosse no centro educacional que estaria a mulher que mudaria a vida do garoto.

PUBLICIDADE

Após um ano estudando na instituição, Anthony perguntou a Bennie Berry, sua professora favorita no colégio, algo que a deixou de coração partido. Ele a questionou se ela gostaria de adotá-lo.

No primeiro momento, Bennie não sabia o que dizer e tampouco o que fazer. Visivelmente emocionada, ela ainda tentava assimilar o comovente pedido que recebeu. Ela pediu, então, que assim que terminasse sua tarefa ele a mostrasse o site da adoção.

Conforme pensava no assunto, a ideia amadurecia na mente da professora. E o carinho que sentia pelo menino foi determinante em sua decisão final.

Após alguns meses, um final feliz marcaria o desejo do garoto. Bennie decidiu adotá-lo e sua vida em orfanato chegaria ao fim. Enfim, Anthony teria alguém para chamar de mãe. Todo o processo de adoção foi legalmente adotado e os dois formam uma linda parceria em família.

“Leve em consideração que, se alguém não te ama, sempre terá alguém que vai te amar”, diz Anthony, que pede para que crianças e jovens que desejam um lar nunca desistam de seu sonho.

POSTS PATROCINADOS