Menino com paralisia cerebral deixa colegas de sala emocionados ao andar sozinho pela 1ª vez


Menino anda sozinho
Menino anda sozinho
PUBLICIDADE

Praticamente todas as crianças amam correr, pular, brincar e se divertir muito. Para o pequeno Davi, de 6 anos, realizar essas atividades não era tão simples. Ele nasceu com paralisia cerebral e usa uma cadeira de rodas. Está há dois anos na escola municipal Vanderlei Rosa de Oliveira, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. E foi na sala de aula do 2º ano que protagonizou uma cena pra lá de emocionante.

O menino, que ainda não conseguia andar sem se segurar, fez um grande progresso. No dia 22 de março, ele levantou e andou até o quadro, se apoiando poucas vezes, e deixou todos os coleguinhas empolgados. Eles pareceram entender a importância do gesto para o pequeno e começaram a gritar: “Vai Davi”, para incentivá-lo, abrindo caminho para ele passar. A professora Josi gravou tudo e o percurso terminou com um grande abraço nela.

PUBLICIDADE

Menino anda sozinho

O que deixou o pessoal ainda mais empolgado foi a expressão do menino: ele estava radiante com a conquista!

Menino anda sozinho

Incentivo familiar:

Sua irmã, Julia, também frequenta a mesma escola. E ao falar do episódio, Davi não esconde a alegria. Ele sabe que a torcida da turma era por ele conseguir andar sem se segurar, um grande avanço. A mãe se acabou em lágrimas ao ver a cena pela primeira vez, no vídeo gravado: “A hora que eu vi, danei a chorar. Ainda mais vendo as crianças”, conta a manicure Rosirlei Matos, de 46 anos.

Confira o vídeo:

Crianças se emocionam ao ver o colega com Paralisia Cerebral andar sozinho pela 1° vez aos 6 anos. ♿

Posted by Crianças Especiais on Friday, November 25, 2016

O pequeno Davi veio ao mundo prematuro, de 7 meses. Depois de um tempo, a mãe percebeu que ele sentia muito incômodo ao ser colocado no chão. Ao consultarem um pediatra, a família descobriu que ele teria dificuldade para andar. Foram diversos procedimentos ao longo dos anos, como cirurgia para abrir as pernas dele e até doses de injeção. O receio era de que a paralisia mostrasse sequelas na fala e desenvolvimento, mas a dificuldade era só para andar.

A mãe agradece as crianças que torceram pelo filho e ainda se emociona. O ocorrido ajudou e deu mais incentivo para Davi, que está evoluindo cada vez mais, no seu tempo. Ele ficou muito contente também com a repercussão do vídeo nas redes. Agora, é conquistar mais passos ainda em sua trajetória!

Foto: Reprodução/ Paula Maciulevicius/ Campo Grande News

Fonte: Campo Grande News  

POSTS PATROCINADOS