Menina de 11 anos se suicida após a fazerem acreditar que ela ‘não era bonita o suficiente’


PUBLICIDADE
É uma triste fotografia da sociedade atual

A pequena Milly Tuomey morreu há quase dois anos, mas só recentemente seu caso foi divulgado e se tornou conhecido em todo o mundo. A menina irlandesa tinha apenas 11 anos quando foi encontrada morta em sua própria casa.

Mas para entendermos isso melhor, temos que voltar até 2015, quando amigos da garota disseram aos pais dela que algo estava errado. Isso porque Milly frequentemente reclamava de sua vida e dizia em alguns momentos que desejava a morte.

PUBLICIDADE

Pouco depois de descobrir tudo o que acontecia com a menina, seus pais a levaram em um psicólogo. Nesta época, descobriram que a garota tinha um diário, local onde contava sua “vontade de morrer”. Em diversas páginas, a garota dizia que era insatisfeita com sua aparência e em um dos papéis ela tinha escrito “garotas bonitas não comem”, com o próprio sangue.

Menina estava insatisfeita com a sua aparência

O desastre não demorou muito para acontecer

No primeiro dia de Janeiro, Milly disse que estava cansada e foi para o seu quarto. E lá, poucas horas depois, ela foi encontrada em um grave estado. E depois de três dias internada, o pior aconteceu: a menina morreu.

Depois de tudo o que aconteceu, a mãe de Milly entrou para um grupo de pessoas que ajudam na prevenção ao suicídio. Ela conta que o caso de sua filha é um exemplo de que isso pode acontecer com qualquer um. Também diz que os pais devem ficar atentos aos seus filhos sempre, principalmente quando são crianças e adolescentes.

Fotos: Reprodução Internet

Fonte: UOL

POSTS PATROCINADOS