Mãe perde bebê na 14ª semana de gestação. O que faz com seu ‘corpo’ é tocante


Casal perde bebê e decide fazer um funeral para se despedir
PUBLICIDADE

Sofrer um aborto espontâneo. Inúmeras mulheres passam por isso diariamente ao redor do mundo. Cada uma com suas expectativas afetadas e com uma dor particular, que só elas sabem o quanto é intensa e devastadora. No caso da inglesa Brenda, de 36 anos, e mãe de três crianças, perder um filho foi horrível e ela precisava dar um sentido a tudo isso.

Ela e o marido, Bradlee West, descobriram a gravidez e não podiam ter ficado mais felizes. Já fazendo planos, o casal acreditou se tratar de uma menina. O nome já estava escolhido: Skylar, que segundo a mãe, significa ‘vida eterna’. Mas, no dia em que eles decidiram que contariam a novidade para toda a família, Brenda começou a sentir fortes dores e precisou ser levada para o hospital. Lá, soube que tinha perdido seu bebê na 14ª semana de gestação. Nesse período, a criança era do tamanho de um limão e estava começando a desenvolver seus corpo e membros:

PUBLICIDADE

Casal perde bebê e decide fazer um funeral

“De acordo com a lei, os pais não podem receber uma certidão de nascimento se seu bebê nascer morto antes de 24 semanas, então não há documentação que reconheça a perda de nosso bebê. Mas nós pensamos que Skylar era uma criança real por esse estágio, não apenas um coágulo de sangue, e merecia um funeral adequado.”, disse Brenda. Ao descobrir sobre o aborto, ela resolveu não contar nada para a família no primeiro momento.

Casal perde bebê e decide fazer um funeral

Casal perde bebê e decide fazer um funeral

Decidem fazer um funeral:

Ainda no hospital, ela tinha recebido folhetos sobre o luto. Então, entrou em contato com uma profissional especializada em perdas e ela deu a ideia de realizar um funeral. O casal decidiu realizar uma cerimônia íntima, só os dois, em um local reservado, no Downs Crematorium em Brighton. Levando um pequeno caixão branco, eles colocaram uma trilha sonora com músicas tocantes que transmitiam todo o significado daquele momento:

Casal perde bebê e decide fazer um funeral

“Eu não podia acreditar nisso, de descobrir que eu estava grávida em agosto para ter meu bebê cremado, tinha levado apenas três meses”, disse ela. “Foi uma montanha-russa emocional, indo de surpresa, prazer e depois desolamento em tão pouco tempo”, disse Brenda. Passar por algo assim é devastador e essa foi a forma que essa família encontrou de lidar com toda essa dor. Muita força para eles e agora, a pequena Skylar é uma estrelinha no céu.

Foto: Reprodução/ Pa Real Life

Fonte: Daily Mail 

POSTS PATROCINADOS