Mãe na 41ª semana de gestação vai ao hospital dar à luz e descobre detalhe assustador em exame


Mulher descobre gravidez ectópica na 41ª semana de gestação
PUBLICIDADE

Você já ouviu falar sobre a gravidez ectópica? É quando o óvulo fertilizado é implantado fora do útero, geralmente uma das trompas de Falópio. Essa condição oferece sérios perigos para a mãe e para o bebê; por isso a gestação não consegue prosseguir com normalidade.

O caso de uma mulher na Sibéria ocidental, em março desse ano, foi ainda mais raro. Ela não confiava na medicina tradicional e não tinha feito o pré-natal ou qualquer exame para atestar a saúde de seu bebê. Na 41ª semana de gestação, ela percebeu que era hora de dar à luz e se dirigiu ao hospital de Barnaul.

PUBLICIDADE

Mãe descobre detalhe assustador

Descobre detalhe assustador:

Nesse momento, os médicos precisaram fazer alguns exames nela e perceberam que seu bebê não tinha sido gerado no útero, mas em sua cavidade abdominal. Assim que perceberam a gravidade da situação, os especialistas resolveram fazer o parto para tentar salvar tanto a mãe quanto a criança. Mas, sabiam como seria muito difícil, pois nesses procedimentos, ambos podem acabar perdendo a vida.

Mãe descobre detalhe assustador

Havia a possibilidade da mãe ter uma hemorragia ao retirar sua placenta, porém o parto foi bem sucedido. Sua filha veio ao mundo saudável pesando 4 kg, praticamente um milagre.

Mãe descobre detalhe assustador

O nome escolhido para a menina foi Verônica, que significa mulher vitoriosa. Que bom que tudo ocorreu bem para as duas!

Foto: Reprodução/ Internet

Fonte: Virgulistas

POSTS PATROCINADOS