Mãe acredita em seu instinto de que algo está errado com o filho e acaba o salvando


Mãe salva filho com sua intuição
PUBLICIDADE

Ser mãe é pensar não só por si mesma, mas por outra vida que depende de seus cuidados. E muitas pessoas acreditam no instinto materno, de que a mulher é capaz de sentir e pressentir não só por ela, mas pelo seu bebê. Há diversos exemplos de que isso acontece sim, e muito!,

Instinto materno salva o filho:

Elissa Hagar, de 33 anos, relatou ao That’s life que graças a sua intuição, salvou a vida do filho. Ela disse que quando ele tinha apenas 10 dias de vida, percebeu que algo estava errado: o pequeno Eli não comia, dormia por diversas horas e se mexia muito pouco. Elissa sentiu que algo estava errado e decidiu chamar a emergência e levá-lo ao hospital:

PUBLICIDADE

“Quando chegamos, vários médicos e enfermeiros correram para atender o nosso bebê. “Não podemos pegar o pulso”, disse um deles, lutando para encontrar uma veia em seu minúsculo corpo. Eles lutaram para ressuscitar Eli e o ligaram a diversos equipamentos. Logo depois, alguém gritou: ‘ele teve uma parada cardíaca’. Fiquei horrorizada.” 

Bebê tem condição rara

Segundo ela, por meses tiveram que sofrer com o filho no hospital. Aos cinco meses de vida, ele foi diagnosticado com uma condição rara chamada Síndrome de Barth. Ele faz com que o doente sofra de miocardiopatia (dilatação do coração) e outros sintomas sérios.

“Hoje, aos 3 anos, Eli ainda recebe medicação e precisa de fisioterapia regularmente. Porém, é um garoto amável e vibrante. Ele agora tem duas irmãzinhas gêmeas, que ele adora; e o time de futebol local fez uma campanha para levantar fundos e nos ajudar a arcar com as despesas médicas.”

Ao final do depoimento, Elissa incentivou a todas as mães seguirem seus instintos e irem a fundo quando acreditarem que algo está errado com seus filhos.

Foto: Reprodução/ Facebook

Fonte: Crescer 

POSTS PATROCINADOS