Madeleine desapareceu há 10 anos e sensibilizou o mundo todo. E babá finalmente revela detalhes inéditos sobre o caso


PUBLICIDADE

Algumas histórias que acontecem no mundo nos marcam para sempre. Quem não se lembra da pequena Madeleine McCann, uma inglesa que desapareceu no ano de 2007 em Portugal enquanto viajava com sua família?

A menina tinha apenas 3 anos de idade na época e seu desaparecimento tornou-se notícia mundial e até hoje ninguém a encontrou.

PUBLICIDADE

Os pais fizeram buscas incessantes, em que diversas pessoas já disseram, ao longo dos anos, terem a visto, outras a confundiram com moradoras de rua. Muita coisa aconteceu, até mesmo casal foi acusado de ter causado o sumiço da própria filha, mas agora quem deu sua versão do caso pela primeira vez, foi a babá da pequena.

Em entrevistar ao jornal “Mirror”, ela contou que os pais entraram em desespero e pânico ao saberem do desaparecimento da filha. O que mais a atormentou até hoje foi a cena que viu de Gerry, o pai, tentando encontrar a menina até mesmo debaixo dos carros, enquanto ela tentava acalmar Kate, a mãe, que chorava muito e gritava dizendo: “”Eles a levaram”.

Por isso que a babá não credita nas acusações contra os pais de Madeleine, pois ela estava lá para ver o desespero nos olhos de cada um.

Ela revelou, também, que o resort onde a família estava hospedada já era considerado extremamente inseguro, onde todas as cuidadoras de crianças recebiam alertar sobre os riscos de estupro e nunca saírem sozinhas.

Para ela, outro lado que dificultou muito as investigações foi o entra e sai de pessoas do apartamento onde a menina foi deixada dormindo antes de desaparecer, o que não ajudou em nada no estudo da perícia. Além disso, ela contou que os agentes da polícia portuguesa demoraram cerca de 90 minutos para chagarem ao local, após serem acionados.

A forma como a polícia tratou o caso contou muito no fato dele ainda estar em aberto hoje em dia, pois cinco páginas de depoimento que ela deu na delegacia, consideraram apenas duas.

Já passaram-se dez anos do caso, mas a babá ainda tem esperanças de que um dia ela possa ser encontrada. “Eu espero que ela ainda esteja viva. É um pensamento provavelmente muito ingênuo, mas seria o melhor cenário, de uma situação muito horrível, que ela tenha sido procurada e levada por uma pessoa rica que não tenha tido filhos”, disse.

É uma história que, definitivamente, mexe com o mundo todo. A esperança nunca deve faltar e, até última circunstância, a menina está em algum lugar desse planeta, e bem, de preferência.

Fotos: Divulgação

POSTS PATROCINADOS