Jovem que usava drogas encontra “luz no fim do túnel” ao ver teste de gravidez


Jovem tem vida transformada ao saber que estava grávida
PUBLICIDADE

Um bebê costuma ser aguardado com muita expectativa pelos pais e familiares. São nove meses que transformam o corpo e mente da mulher e ela já ama o filho antes mesmo de segurá-lo nos braços. Para Sarah Furlong, a descoberta da gravidez mudou sua vida de uma forma ainda mais intensa. O bebê foi a “luz no fim do túnel” que ela precisava para sair de uma fase obscura e repleta de coisas ruins.

Aos 15 anos, Sarah era viciada em drogas e álcool e constantemente recebia intervenção policial em sua casa, quando seus pais não sabiam mais o que fazer. Passou por seis intervenções psiquiátricas e duas internações em casas residenciais (tratamento de depressão residencial).

PUBLICIDADE

“Alguns meses depois do meu aniversário de 19 anos, me encontrei sem-teto. Meus pais não sabiam o que mais fazer, então eles me expulsaram. Eu estava dormindo no sofá de um amigo por meses. Ainda era a mesma pessoa de antes. Até que conheci Zach.”, conta em seu relato publicado pelo Love What Matters.

Jovem tem vida transformada ao saber que estava grávida

Mudança radical após descobrir gravidez:

Ela namorou com Zach por dois meses e eles descobriram que estavam esperando um filho. O choque foi grande, afinal Sarah não fazia ideia se conseguiria cuidar da criança e dar a ela tudo o que precisava. Depois do susto no primeiro momento, veio a animação:

“Eu sabia que naquele momento era hora de eu crescer e ser a adulta que deveria ser. Zach e eu nos mudamos com seu irmão e começamos as mudanças também para uma vida melhor. Ele me ajudou a conseguir um emprego e concluir meus estudos e juntos conseguimos, um dia por vez.”, lembra. Ao descobrirem que estavam esperando uma garotinha, a emoção tomou conta do casal. Eles já a amavam muito antes de conhecê-la e sabiam que moveriam montanhas para dar tudo o que ela precisasse.

Jovem tem vida transformada ao saber que estava grávida

Dois anos sem usar drogas, Sarah conta como está sua vida agora: “Eu possuo uma casa, eu pago minhas contas, eu tenho um noivo amoroso e minha filha é o bebê mais feliz. Ela me salvou daquela estrada escura. Ela me fez ver a luz no final do túnel e me deu uma razão para mudar. Posso finalmente dizer que eu amo minha vida. Sim, ainda há dias ruins, mas por ela vale a pena lutar e não ceder aos meus desejos. Zayla Grace salvou minha vida”, finaliza.

Linda história de amor e superação e com certeza essa pequena garotinha tem muito a ver com isso!

Foto: Reprodução/ Sarah Furlong

Fonte: Love What Matters 

POSTS PATROCINADOS