Jovem contamina objetos e alimentos de colega negra para fazê-la se mudar de universidade


Jovem contamina objetos e alimentos de colega negra para fazê-la se mudar de universidade
PUBLICIDADE

Na Universidade de Hartford, nos Estados Unidos, uma estudante de 18 anos foi expulsa após protagonizar um caso de ódio e preconceito contra a sua colega de quarto. A jovem contaminou alimentos, escova de dentes e objetos pessoais da colega que é negra. A intenção de Brianna Brochu era fazer com que a outra aluna, Chennel Rowe, cedesse às provocações e saísse do espaço que pertencia às duas.

O caso ganhou repercussão quanto Brianna usou sua conta no Instagram para se manifestar a respeito de Chennel. Em uma postagem que já foi apagada, a estudante manifestou o seu sentimento de ódio pela colega: “Depois de um mês e meio cuspindo no óleo de coco dela, colocando molusco mofado em suas loções, esfregando tampões usados em sua mochila, colocando a escova de dentes dela em locais onde o sol não alcança, e muito mais, finalmente posso dizer adeus para a Barbie jamaicana”, escreveu.

PUBLICIDADE

Também por meio das redes sociais, a aluna oprimida fez um vídeo no qual falou a respeito dos ocorridos: “Eu me mudei porque senti que não era querida em meu próprio quarto”, comentou.

Diante da pressão dos alunos do campus, assim que o caso chegou a reitoria, a medida adotada em relação a Brianna foi a de expulsão. Para muitos, a decisão está de bom tamanho. Para outros, a jovem deveria responder criminalmente pelas ações.

POSTS PATROCINADOS