Jogador superou a morte da esposa por câncer, a depressão, o alcoolismo e a possibilidade de suicídio para conscientizar a todos


PUBLICIDADE

Você provavelmente deve achar que a vida de jogadores de futebol é fácil e que eles ganham muito dinheiro. Isso até pode ser verdade em alguns casos, mas outros possuem graves problemas que nem milhões de reais podem ajudar.

Este é o caso do ex-jogador de futebol Rio Ferdinand. Assim como todos nós, a família é seu ponto fraco. E por isso foi tão doloroso quando ele perdeu parte de sua base para viver.

PUBLICIDADE

O jogador conquistou diversos prêmios e era um grande atleta, mas tudo começou a ruir em 2013, quando sua mulher Rebecca Ellison descobriu que possuía câncer de mama. Após um primeiro tratamento em 2015, para a tristeza de todos a doença voltou e em 10 meses tirou a vida dessa mãe de três filhos que tinha apenas 34 anos.

E não foram só os pequenos Lorenz, Tate e Tia que ficaram abalados, a vida de Rio Ferdinand ficou sem motivo. Ele logo se aposentou dos gramados. E isso não era nada perto do que estava por vir, pois não demorou muito para o atleta entrar em depressão e sofrer com alcoolismo, como ele mesmo revela: “No início [após a morte de sua mulher] bebia demais. Quando as crianças dormiam, eu descia as escadas e me embebedava, noite após noite.”

Mas Ferdinand tinha a consciência de que seus filhos dependiam dele e que ele precisaria dar a volta por cima. Depois de até mesmo pensar em suicídio, o jogador deu a volta por cima e resolveu contar sua história para todos.

Ele não quer mostrar sua fraqueza, o intuito dele é conscientizar as pessoas que devemos sempre valorizar a família e que depressão é uma grave doença que deve ser cuidada.

Para contar a incrível história deste jogador, a rede de televisão BBC resolveu fazer um documentário com ele. Depois de tudo isso, Ferdinand confessa que “Toda a minha vida eu tentei ser ambicioso em tudo o que fiz. Quando eu era jovem eu queria ser um jogador de futebol, o melhor jogador. Jogar em grandes estádios, ganhando troféus… Mas o que você não para pra pensar é em como construir a melhor casa possível para seus filhos e sua esposa”.

Após tanta luta, devemos valorizar este guerreiro chamado Rio Ferdinand. Ele não se entregou e resolveu dar uma chance para a vida. O jogador diz que fez isso em grande parte por causa de seus filhos, que são o maior motivo de sua vida. Ainda revela que é um ótimo “papai-mamãe”, ele cozinha, lava roupas e cuida da casa.

A vida nos prega muitas peças, em alguns casos muito tristes. Mas cabe a nós sermos fortes e buscarmos forças para superar estes momentos.

Não devemos julgar a fraqueza do Ferdinand por chorar, afinal, é normal para nós. Às vezes é necessário extravazarmos os sentimentos. O jogador é um verdadeiro exemplo, não só dentro de campo, mas também fora dele.

Fotos: Reprodução Internet

POSTS PATROCINADOS