Homem fotografa morador de rua muito magro. Depois, percebe quem estava atrás dele


Morador de rua é fotografado em situação de miséria
PUBLICIDADE

Por mais que diversas pesquisas e estatísticas digam o contrário, a sensação que muitas vezes temos é a de que o número de moradores de rua e pessoas em condições de miséria só aumentam. E a maneira a qual cada um de nós lidamos com isso é bastante particular. Na cidade de Indianápolis, Estados Unidos, um rapaz chamado Johnny Servantez seguia o seu caminho de volta para casa quando, diante de si, ele se deparou com uma cena que partiu o seu coração. Do outro lado da calçada, havia um mendigo pedindo ajuda, mas que não se parecia com nenhum outro morador de rua.

De acordo com Servantez, era difícil explicar o quão mal aquele homem necessitado estava. Era “pele e osso”. Seu estômago parecia tocar suas costas. Emocionado, ele se aproximou do mendigo, ofereceu dinheiro para ele comprar algo para comer e tirou uma foto, que mais tarde seria compartilhada em suas redes sociais acompanhada de um tocante desabafo. Tudo o que Johnny queria era que alguém pudesse ajudar aquele homem tão debilitado.

PUBLICIDADE

Morador de rua é fotografado em situação de miséria

A foto postada viralizou e chegou à última pessoa que Servantez esperaria encontrar: Danny Rhodes, o irmão do morador de rua. Danny não sabia nada a respeito de seu parente há 7 anos, desde que sua mãe faleceu e os dois perderam o contato um com o outro. E ao vê-lo naquelas condições, ele sabia que precisava fazer algo para ajudar o irmão.

A “mágica” da Internet conduziu uma outra pessoa à história. Sem ter nenhuma ligação com a família, uma mulher chamada Amy Renae Smith se mobilizou com o caso e criou um grupo onde buscava reunir doações e pessoas que pudessem ajudar Danny e seu irmão a se reencontrarem. E todo o seu esforço não foi em vão. E o melhor: teve um final feliz.

Após o reencontro, os Rhodes estavam juntos novamente e assim permanecem. Os dias de fome e de andar sem destino pelas ruas não fazem mais parte da vida do agora ex-mendigo, que por sinal, também se chama Johnny, assim como Servantez, que foi peça-chave para a reviravolta do bem em sua vida.

“Ele [o ex-morador de rua] agora tem suas refeições, seu banho, roupas limpas, um quarto para si mesmo com uma cama king size, tv à cabo, frigorífico, micro-ondas, está seguro e pode descansar”, postou Amy em seu Facebook.

POSTS PATROCINADOS