PUBLICIDADE

Quando Nicole McDonald e seu marido Christian souberam que ela estava grávida, ficaram muito felizes e animados, afinal era o primeiro bebê da família. E tudo ficou ainda mais mágico quando eles descobriram que esperavam dois bebês.

Então, no meio da gravidez, algo inesperado aconteceu e ameaçava acabar com o sonho do casal. Os médicos revelaram que os bebês seriam siameses, ou seja, nasceriam "colados" um ao outro e isso prejudicaria o desenvolvimento dos dois. E foi por esta razão que os profissionais da cidade dos até então futuros papais recomendaram que a mulher abortasse os dois bebês.

Mas essa nunca foi uma opção e por isso Nicole e Christian se mudaram para a cidade de Nova Iorque em busca de especialistas que fossem capazes de dar luz a eles. E lá encontraram o Dr. James Goodrich, um cirurgião que deu a esperança de separar os dois bebês logo após o nascimento.

O casal acreditou no doutor e a gravidez continuou normal, até que os bebês nascessem...

Eles nasceram saudáveis, mas o momento mais difícil ainda não havia sido enfrentado. A cirurgia poderia matar um ou até os dois bebês, mas o casal confiava no doutor.

E eles não se arrependeram, depois de 27 horas a cirurgia foi um sucesso e os bebês se separaram.

"Estou tão animado, dificilmente posso suportar isso. Parece que nem sequer é real. Nós nunca fomos em casa e cada um teve uma criança. Vai ser incrível", conta a mãe.

Muito legal esta história não é mesmo? Os pais jamais desistiram dos gêmeos e não se arrependeram!

Fotos: Reprodução Internet

PUBLICIDADE