Homem de 91 anos vai para o hospital e continua a tricotar gorros para desabrigados


PUBLICIDADE

Enquanto uns só pensam em si mesmos, outros como Morrie Boogart pensam tanto nos outros que esquecem de olhar para eles um pouco.

O senhor de 91 anos não passa de alguém que tenta ajudar aos outros. Tanto é que mesmo em cuidados paliativos, Moorie continua a tricotar gorros para os desabrigados. Pelo jeito, a prática começou há mais de 15 anos e é o que o tem mantido vivo durante todo esse tempo.

PUBLICIDADE

O mais incrível de tudo é que Morrie nem se lembra quantos gorros já tricotou, já que parou de contar depois dos 8.000. Dá para acreditar? É muito trabalho para uma pessoa só.

Infelizmente, hoje, o senhor já trabalha com menos agilidade do que antes e seus gorros ficam prontos em dois dias. Segundo ele, ter aprendido a tricotar foi uma das melhores coisas que já aconteceu em sua vida. A única hora que Morrie não está tricotando é quando está dormindo. Parece loucura, não?!

“Isso me faz sentir bem”, conta Moorie. Até hoje, o senhor continua a tricotar para os moradores de rua. Inspirador.

B. Ponzio

Fotos:Fox 6, CNN.

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.