Homem agradece a supermercado por manter a mãe com Alzheimer empregada


PUBLICIDADE
O filho agradeceu a rede Sainsbury por deixar sua mãe trabalhar depois de diagnóstico

Tudo aconteceu em Londres, na Inglaterra, onde 850 mil pessoas sofrem com demência. De acordo com a Azheimer’s Society, esse número deverá aumentar para 1 milhão até 2025 e 2 milhões em 2051.

Alzheimer é uma forma de demência que atinge pessoas com mais de 65 anos. Qualquer pessoa que tenha essa enfermidade antes dessa idade é considerada como precoce.

PUBLICIDADE

Quando a mãe de Doron Salomon foi diagnosticada com Alzheimer, o rapaz tinha  certeza de que ela seria dispensada de seu emprego na rede de supermercados Sainsbury.

Para sua surpresa, a empresa manteve sua mãe no quadro de funcionários e ainda concedeu a ela uma série de benefícios que contribuíram no tratamento.

Relato

No último domingo, Doron falou nas redes sociais sobre o enorme impacto positivo que essa atitude teve na vida da mãe e agradeceu por terem se adaptado às suas necessidades.

 

“Eles deram a ela um verdadeiro propósito. Ela se normalizou. Muitos de seus amigos têm emprego e vão trabalhar e o fato de ela estar fazendo algo semelhante fez com que ela se sentisse como uma pessoa normal”, disse ele.

Doron também contou que sua mãe de 61 anos recebeu treinamentos regulares para garantir que ela continuasse exercendo a sua função de forma correta.

Doron Salomon e sua mãe

“Uma das características do Alzheimer é que você perde suas habilidades sociais com bastante rapidez e você não pode participar de conversas, mas quando se trata de seu trabalho, não existe impedimento”, explica o filho.

Ele pediu para que o nome da mãe não fosse divulgado, mas explicou que ela sempre teve um olhar afiado para detalhes e uma abordagem meticulosa para o trabalho.

Ela foi contratada para fazer parte da equipe que organiza os pedidos da entrega online. Ao longo do tempo, foi transferida para a área de limpeza das caixas dos pedidos feitos.

Mãe de Doron

Muitas vezes ela chegava confusa no supermercado, mas Salomon disse que a Sainsbury se certificava que a mãe tivesse os devidos cuidados. Eles também mudaram suas horas para se adaptar melhor ao padrão de sono que ela precisava.

O pai de Doron foi chamado várias vezes para reuniões com a gerência, e toda vez  temia que ela fosse despedida. Porém, os chefes sempre perguntavam se havia algo mais que poderia ser feito pela família.

Dispensa

Em outubro de 2017, um avaliador de saúde ocupacional informou a todos que a doença da senhorinha estava muito avançada, e ela teria que ser dispensada.

Mãe de Doron

Foi então que o porta-voz do supermercado fez uma declaração, dizendo: “A mãe de Doron foi uma colega muito amada e uma inspiração para todos nós. Gostaríamos de agradecer por seus anos de serviço e desejar tudo de bom para o futuro”.

“Nós sentimos que, durante os últimos anos, a Sainsbury fez mais do que qualquer um esperava”, disse Salomon.

Fonte: Buzzfeed

POSTS PATROCINADOS