História de pai que usava patos de borracha como amuletos da sorte emociona o mundo


Pai colecionava patos de borracha
Pai colecionava patos de borracha
PUBLICIDADE

Você tem algum objeto em que é muito apegado e que possui um grande significado? Connor West, de 21 anos, tem. E são patinhos de borracha! Isso mesmo, tudo começou há anos atrás, em 2007, quando seu pai foi diagnosticado com câncer. Durante seu tratamento, ele andava pela cidade e trazia sempre algum pato de borracha para casa:

“Por alguma razão, meu pai encontrava esses patos de borracha na rua ou na calçada ou o que quer que fosse e os trazia para casa”, disse Connor ao BuzzFeed News. No total, ele trouxe três. Com o tempo, eles foram se tornando um amuleto da sorte para a família. O pai costumava escondê-los ou deixá-los na escrivaninha quando precisava de sorte, por exemplo.

PUBLICIDADE

Pai colecionava patos de borracha

A busca pelo pato de borracha:

O pai de Connor acabou falecendo em 2014 e ele se mudou de New Jersey para o Texas, Estados Unidos, para estudar. Ele cursa engenharia na Texas A & M University. A família vendeu a antiga casa e ele levou os dois patos que tinha junto. Acreditava que a mãe estava em posse do último.

Pai colecionava patos de borracha

Mas, Connor estava errado. Pouco tempo depois, acabou o encontrando no “porta trecos” do carro. Nem ele nem a mãe tinham colocado no local: “Costumava ser o carro velho da minha mãe que ela levava o papai para quimioterapia, então eu acho que ele queria garantir que estaria com sorte antes de ir para o tratamento”. Ele continua, falando como se emocionou ao perceber o amuleto do pai escondido ali. “Não costumo chorar, mas até eu lacrimejei e precisei de um tempo sozinho após encontrar o pato de borracha.”

Pai colecionava patos de borracha

Ele compartilhou a história no Twitter e a postagem viralizou. Ela já contabiliza mais de 310.000 curtidas e muitas pessoas ficaram curiosas sobre onde ele encontrou os patos. Connor apenas respondeu que não faz ideia e que o pai levou o segredo para o túmulo! Outros, por sua vez, compartilharam suas histórias de objetos dos entes queridos, deixando Connor bem feliz. E você, tem algum objeto que lhe remete a alguém?

Foto: Reprodução/ Twitter/ Arquivo Pessoal

Fonte: Buzzfeed 

POSTS PATROCINADOS