Grávida nota que bebê não se mexe. No hospital, descobre o que aconteceu em sua placenta


PUBLICIDADE

Este é um verdadeiro alerta para todas as mulheres grávidas

A sensação de ter um bebê é algo muito especial e diferente na vida de todas as mulheres. Mas do momento em que elas descobrem a gravidez até o parto são nove meses de enjoos, desejos e muita ansiedade. Mas dentre as coisas que amenizam todos esses sentimentos estão as interações com o bebê. Certamente você já viu mulheres grávidas colocarem a mão em suas barrigas e sentirem aqueles movimentos inquietos de seus filhos, não é mesmo? Aqueles chutes são tão especiais na para uma mulher grávida, pois indicam saúde e vontade do beber em nascer. Mas isso não acontecia com Ayla Heller.

A jovem mãe conta que esperava que seu filho chutasse, mas isso era algo muito raro. Quando alcançou 38 semanas de gravidez, ela e seu marido achavam estranho tudo isso, mas pensaram que era apenas a posição do bebê. Mas os dias passaram, o bebê mudou de posição e os movimentos desapareceram. Neste momento, Ayla e seu namorado ficaram desesperados e correram para o hospital.

PUBLICIDADE

No local, os médicos diziam que aquilo era normal e que a criancinha respirava bem, mesmo assim os futuros pais ainda não acreditavam totalmente naquilo. Mas o parto aconteceu e tudo ocorreu bem. A pequenina Maddy precisava apenas de um pouco de oxigênio e glicose, mas nada que fosse prejudicial ou preocupante para a sua família.

grávidas

O problema que muitas grávidas correm

Apesar de tudo ocorrer bem no parto, dias depois, Ayla descobriu algo preocupante. A placenta dela envelheceu prematuramente e estava até mesmo calcificada. Isso significa que seu problema impediu que a menina recebesse a quantidade necessária de oxigênio e glicose.

Foi só nesse momento que tudo ficou claro. A menina não podia se mexer porque ela estava ‘poupando’ energia, pois não recebia os nutrientes que necessitava. E depois que descobriu tudo isso, Ayla compartilhou sua história nas redes sociais. Ela contou que as mães devem confiar em seus instintos e que é normal que os bebês chutem a todos os momentos.

E é claro, para a boa saúde de ambos, é importante que qualquer problema na placenta da mãe seja descoberto o quanto antes.

Fotos: Reprodução Internet

Fonte: Mais vistas

POSTS PATROCINADOS