Fotos mostram como realmente era a vida de quem vivia dentro do prédio que desabou em SP


PUBLICIDADE

O Brasil todo se comoveu com a história do Edifício Wilton Paes de Almeida, que pegou fogo e desabou na última terça-feira, 1º, em São Paulo. Muito se falou sobre como era a vida das pessoa que moravam no local antes de ficarem desabrigadas. A água era sempre algo escasso, a sujeira também fazia parte e nenhum dos responsáveis pelo prédio tomaram precauções básicas para melhorar a vida de quem morava lá.

Após o ocorrido, a professora Lidiane Maciel, pós-doutora em sociologia pela Unicamp, publicou no Facebook algumas fotos de como era a vida no Edifício Wilton Paes de Almeida. As fotos fazem parte de uma pesquisa da professora sobre deslocamentos migratórios e construção de espaços sociais. Os registros foram realizados no dia 10 de março deste ano e ela disponibilizou todas as imagens para o site Buzzfeed.

PUBLICIDADE

Muitas pessoas que moravam no local do desabamento haviam migrado de outras regiões do Brasil, como Bahia, Paraíba, Paraná, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Além de outros países, como Marrocos, Congo, Senegal, Haiti e Filipinas. Apesar da estrutura das moradias ser muito precária, ainda assim haviam andares limpos e com estruturas organizadas.

Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77

Por outro lado, a cozinha e os banheiros eram comunitários e água e luz chegavam somente até o quinto andar. Desta forma. os moradores dos andares mais altos eram obrigados a descer para recarregar baldes de água. O prédio também tinha regras sobre horários de visita, de limpeza, de segurança e também destinadas apenas a homens ou mulheres.

Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77

No prédio moravam muitas famílias compostas apenas por mães e crianças, que sempre eram vistas brincando no local, além de muitos solteiros também.

Veja mais fotos:
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77
Lidiane Maciel / Via Facebook: lidiane.maciel.77

Sem dúvidas, foi uma tragédia que poderia ter sido evitada se os responsáveis tivessem colocado o ser humano em primeiro lugar.

 

Fonte: Buzzfeed

POSTS PATROCINADOS