Família simples encontra celular de 3 mil reais na praia e faz de tudo para encontrar o dono


PUBLICIDADE
Garotinha encontra celular no mar no ano novo. Seu pai então dá uma lição de honestidade

Tudo aconteceu no réveillon da Barra do Sahy, litoral norte de São Paulo, onde o empresário Fernando Darcie curtia o recesso de fim de ano.

Depois de pular as 7 ondas de Iemanjá a meia-noite, ele percebeu que tinha perdido o seu celular.“Eu pulei as sete ondas como é tradição e o celular caiu. Só percebi na hora que voltei para a areia. Eu tentei de tudo para achá-lo, entrei no mar, ligava para ele, mas nada. Depois vi no rastreador que estava no mar, virou oferenda para Iemanjá”, brinca o jovem.

PUBLICIDADE

Darcie voltou para sua cidade no interior de São Paulo e já tinha se conformado com a perda de seu aparelho avaliado em 3 mil reais. Ele, inclusive, já tinha até comprado outro.

Imagem do rastreador de Fernando
Enquanto isso, à 500 km de lá, uma família fazia de tudo para encontrá-lo

Maria Gabriella de 8 anos, filho do ajudante geral Márcio Nóbrega, encontrou o celular de Fernando na areia na manhã do dia 1º de janeiro. A maré já tinha baixado e isso facilitou para que a menina encontrasse o aparelho.

A primeira reação da garotinha foi levar o telefone até o seu pai. Segundo ele, Maria sabe que o celular do pai não é um muito bom e, por isso, sugeriu que ele ficasse com esse.

Foi aí que Márcio decidiu ensinar para sua pequena uma lição sobre honestidade. “Eu expliquei que isso não era certo, que ele tinha um dono e a gente tinha que achá-lo. Isso foi o que mais marcou, o exemplo que pude dar para ela, que não devemos ficar com o que não é nosso”, ressalta o pai.

Márcio Nóbrega, Josiane e sua filha Maria Gabriella

O que mais impressionou a todos, inclusive o dono do eletrônico, foi a perseverança da família na tentativa de encontrar o proprietário. O celular estava bloqueado e foi demorado obter alguma informação.

Só conseguiram o número do irmão de Fernando depois que a esposa de Márcio, Josiane, teve a idéia de tirar o chip para conferir as fotos contidas ali. Na galeria de imagens, descobriram prints de passagens aéreas com o nome do empresário.

Depois de algumas tentativas frustradas de contactar Darcie através do Facebook, a família ligou para o seu irmão que é dono de um estúdio de tatuagens.

“Só de pensar que depois que eu já tinha até desencanado do celular, tinha gente preocupada em me achar a 500 km de distância. É quase um milagre e o mais bacana é saber que tem gente honesta como o Márcio, a Josiane e filhinha deles, a Gaby.”

A vida da família de Márcio

Além de ter mostrado ser uma pessoa extremamente honesta, Márcio Nóbrega também compartilhou com Fernando a sua dura história de vida.

O patriarca da família ficou quase dois anos sem poder trabalhar por consequência de um problema de saúde, e aos poucos está retomando a sua rotina de trabalho.

Fernando Darcie fez questão de contar a história de seu herói no Facebook.

Confira:

E a incrível história do celular que virou oferenda chegou a um final feliz!Como vcs sabem, eu deixei o celular cair…

Posted by Fernando Darcie on Wednesday, January 24, 2018

“Valeu muita a pena o empenho para encontrar o Fernando. Eu não perdi nada com isso, muito pelo contrário, ganhei um amigo. E não tem nem muito o que falar da minha atitude, foi algo normal que todo ser humano deveria fazer”, finaliza Márcio.

Sabemos que atitudes como as do Fernando, infelizmente, não são o comum entre as pessoas. Mas torcemos para que sua honestidade possa influenciar as pessoas que forem impactadas com esta história.

Fonte: G1

POSTS PATROCINADOS