Estudo explica o porquê do azul ser a cor favorita da maioria das pessoas


PUBLICIDADE
Você sabia que azul é a cor favorita da maioria das pessoas? Entenda o motivo

De acordo com pesquisas recentes, a cor azul é a cor preferida da maioria das pessoas do mundo. Mas o que faz essa cor tão popular?

O azul possui 111 tons diferentes catalogados na Pantone Inc, uma empresa mundialmente conhecida por seu sistema de cores, utilizado geralmente na indústria gráfica.

PUBLICIDADE

Ela está associada a calma, simpatia, harmonia e fidelidade, além de sempre ser encontrada em paisagens que trazem sentimentos bons.

História

Em 1920 os estudiosos estavam prestes a desistir de perguntaram para as pessoas a sua cor preferida. Iso porque as respostas pareciam ser sempre iguais, o azul.

Os estudos indicavam que a preferencia pelo azul não tinha interferência do gênero, localização geográfica e nem pela filiação política.

De acordo com os psicólogos Stephen E. Palmer e Karen Schloss, a preferência de uma pessoa por uma determinada cor pode ser definida pela média de quanto ela gosta de tudo e dos objetos que se associam a essa cor.

Em seu estudo publicado em 2010 eles explicam que a inclinação pelo laranja, depende de como você se sente sobre as abóboras, cones de trânsito e Cheetos; Para o verde, ele varia de acordo com seus pensamentos sobre grama, notas de dinheiro ou brócolis, por exemplo.

“Acontece que, se você olhar para todas as coisas associadas ao azul, elas são principalmente positivas”, explica Schloss, professor assistente de psicologia da Universidade de Wisconsin-Madison. “É muito difícil pensar em coisas azuis negativas. Muitas coisas que relacionamos ‘azuis’ e ruins não são realmente tão azuis, são muitas vezes mais roxas ou mais amarelas do que azul.”

Os momentos bons são ligados ao azul

“Céu claro e água limpa, são especialmente coisas que todos experimentamos universalmente”, diz Schloss. “Não importa onde você esteja no mundo, se o dia está claro e ensolarado, é bom estar lá fora, o céu é azul. E a água que fica clara vai ser azulada. Isso não quer dizer que não há diferenças culturais, mas essa prevalência de coisas azuis positivas parece ser um pouco consistente”.

 

Muitos artistas como Louise Bourgeois , Yves Klein e Wassily Kandinsky, usaram sua arte para expressar a sua preferência pelo tom.

 

“Não é uma coisa que prevê preferências de cor, é o resumo de todas as coisas que experimentamos em nossa vida”, diz Schloss. “O legal sobre essa teoria é que ela pode explicar por que as preferências de cores diferem entre as pessoas – e por que elas mudam ao longo do tempo”.

Esse tipo de gosto pode mudar de acordo com o período pessoal de cada um, por exemplo, nas eleições.

“O que estamos descobrindo é, que sim, pode haver alguns aspectos estáveis das preferências de cores. Mas eles também são dinâmicos e refletem as mudanças nas preferências das pessoas e as coisas que estão em suas mentes em um determinado momento no tempo”.

Fonte: FTC

POSTS PATROCINADOS