Essa mulher descobriu um câncer que a impedia de correr. 3 anos depois, o que ela faz é surpreendente


Corre maratona após tumor
Corre maratona após tumor
PUBLICIDADE

Um câncer é capaz de transformar a vida de uma pessoa e de todas a sua volta. Naquele momento do diagnóstico, só o paciente sabe o que está passando em sua cabeça e as dificuldades que vêm a seguir enfrentando a doença.

Atleta:

Aos 35 anos, Caroline Ortega corria e já havia participado de algumas maratonas. Foi em uma delas, de 16 km, em 2015, que sentiu algo estranho. Era como se uma corrente elétrica passasse em suas pernas e ela sabia que aquilo não era normal.

PUBLICIDADE

Corre maratona após tumor

Suspeitando de que algo estava errado, procurou um médico. O que descobriu a seguir foi chocante: ela tinha um tumor na coluna. De acordo com o Daily Mail, precisou ser operada e as chances de voltar a andar eram de apenas 20%. Já seu neurocirurgião deu um prognóstico mais negativo: ela teria 1% de chance de voltar a correr maratonas, como fazia antes.

Corre maratona após tumor

Volta a correr:

Quando o paciente recebe um diagnóstico como esse existem duas possibilidades: se contentar e viver dentro das estatísticas ou testar seus limites e ir além. Caroline ficou com a segunda opção. Três anos depois, ela acabou de realizar o “quase impossível”. Correu uma maratona, mesmo depois da retirada do tumor, sendo mais específico, a Maratona de Boston, nos Estados Unidos.

A prova é conhecida por sua complexidade e obstáculos em seu percurso. Mas, Caroline tirou de letra e ainda incentivou muita gente a se superar e ultrapassar seus limites.

Foto: Reprodução/ University Of Miami

Fonte: Hypeness

POSTS PATROCINADOS