Enfermeira falta duas vezes por causa de gripe. Hospital então decide dispensá-la


PUBLICIDADE
Enfermeira diz que foi demitida de hospital depois de pedir licença por gripe

A gripe pode parecer uma doença aparentemente inofensiva, mas neste inverno dos Estados Unidos ela já causou a morte de mais de 30 crianças.

Para evitar a contaminação as pessoas devem dobrar os hábitos de higiene, lavar as mãos com sabonete anti-séptico até a altura dos cotovelos e esterilizá-las com álcool gel teor 70%.

PUBLICIDADE

Caso a pessoa já esteja doente o indicado pelos médicos é que ela se cuide, descanse bastante e evite contato com outras pessoas para que não haja a transmissão. O surto da doença já é o pior no país desde 2009.

Ficar em casa e descansar foi exatamente o que Theresa Puckett, uma enfermeira de Cleveland, fez quando foi infectada. Porém, segundo ela, esse fato fez com que fosse dispensada de seu trabalho.

A ex-funcionária do hospital faltou por estar doente duas vezes em menos de 16 dias.

Ela disse ao jornal News 5 Cleveland que já quebrou as regras de saúde do hospital mais de uma vez ao entrar em contato com pacientes enfermos enquanto ela mesma lutava contra o vírus da gripe.

“Em algumas das vezes em que tive que trabalhar doente eu estava mais debilitada do que o próprio paciente que estava na cama”, lamenta Theresa.

Segundo o hospital, apenas são permitidos estes tipos de ausência: Falecimento de familiar, licença de juri, folhas de ausência comprovadas e doenças e lesões. Puckett não se encaixava em nenhum desses requisitos.

O hospital respondeu às acusações dizendo que suas regras e políticas de empresa são consistentes com as de outras instalações ao redor do país.

E aí, o que você acha? Será que o hospital foi pouco maleável com a situação de Theresa? Afinal, quem gostaria de ser atendido por uma enfermeira doente?

Deixe sua opinião.

Fonte: LittleThings

 

POSTS PATROCINADOS