Ele acertou seu peito com uma pistola de pregos. Para tirar o objeto de lá, dirigiu por 19 km


PUBLICIDADE

Durante nosso dia, enfrentamos muitos “pequenos perigos” que podem ou não nos afetarem. Por exemplo, quando você olha para o celular enquanto atravessa uma rua ou quando coloca algo no fogão e vai para a sala.

Mas um homem chamado Doug Bergeson levou a sério demais estes pequenos riscos e quase se matou. Era apenas mais um dia de trabalho, quando o homem conseguiu o impossível e disparou uma pistola de pregos contra o seu próprio peito.

PUBLICIDADE

Na hora ele não sentiu nada, “Não doeu. Senti como se tivesse levado uma ferroada”, contou Doug ao canal de “TV WBAY”.

Depois de se ferir, o homem preferiu pegar seu carro e ir até o médico, que estava a 19 quilômetros de seu trabalho ao invés de ligar para a emergência. “Eu me sentia bem. Só estava tendo uma dieta com um pouco mais de ferro”, comentou sorrindo.

E isso foi muita sorte, pois aquela situação era muito perigosa, qualquer batimento mais forte do coração e o prego poderia romper algum vaso importante, matando o pedreiro.

Quando chegou ao hospital, Bergeson teve que ser operado imediatamente. A operação era muito delicada, já que o coração é uma área muito sensível e qualquer coisinha um pouco diferente pode ser fatal.

Por sorte tudo deu certo e o homem conseguiu sair vivo dessa apenas com uma cicatriz em seu peito.

Mas isso é um verdadeiro alerta, sempre que necessário chame o médico. Sempre é melhor pecar pelo excesso de cuidado do que pela falta dele.

Fotos: Reprodução Internet

POSTS PATROCINADOS