É oficial: cientistas afirmam que estamos no sexto grande período de extinção em massa!


PUBLICIDADE

Os biólogos têm usado novas estimativas para provar que espécies de vertebrados na Terra estão desaparecendo mais rápido do que em qualquer outro momento desde a extinção dos dinossauros. Eles afirmam, em CAPSLOCK, que os humanos correm risco de eliminação do planeta.

Paul Ehrlich, um dos pesquisadores da Universidade Stanford dos Estados Unidos, diz em um comunicado à imprensa que estamos entrando no sexto grande evento de extinção em massa.

PUBLICIDADE

Os pesquisadores descobriram que os animais estão sendo dizimados cerca de 15 a 100 vezes mais rápido do que deveriam, sendo que a taxa de perda de espécies não foi tão alta desde o desaparecimento dos dinossauros há 65 milhões de anos.

Com esse ritmo, estima-se que cerca de 41% de todas as espécies de anfíbios e 26% de todos os mamíferos sejam extintos.

Engana-se você, caro leitor, que o grande causador disso tudo são os eventos climáticos. Os cientistas dizem que tudo é culpa da atividade humana. Segundo eles, 4 atividades são particularmente prejudiciais:

1. Utilização da terra para a agricultura e exploração madeireira;2. Introdução de espécies invasoras;3. As emissões de carbono que causam alterações climáticas e a acidificação dos oceanos;4. Toxinas que alteram os ecossistemas.

Mas nem tudo está perdido! Os pesquisadores observaram que isso pode ser revertido caso haja uma consciência coletiva para salvar o planeta.

Saiba mais sobre a pesquisa da Universidade de Stanford no vídeo abaixo.

POSTS PATROCINADOS