Dois amigos chineses, um sem braço e outro cego, se juntam para plantar árvores


PUBLICIDADE
Um guia a outro para poderem realizar tudo com segurança

Tudo aconteceu na região nordeste da China, em uma cidade chamada Yeli, onde nasceram dois homens que, apesar das suas limitações físicas, têm espíritos que não conhecem fronteiras.

Uma amizade exemplar que nos faz pensar e olhar para o mundo de outra perspectiva.

PUBLICIDADE

Wenqi, 54, perdeu os dois braços quando tinha apenas três anos, depois de sofrer um trágico acidente ao tocar em fios de alta tensão.

Haixia, de 55 anos, nasceu com catarata congênita e sem a visão no olho esquerdo. Por coincidência trágica da vida, ele também perdeu a visão de seu outro olho devido a um acidente de trabalho em 2000.

Ambos estavam enfrentando dificuldades por não conseguirem um emprego, mas eles não queriam se render, nem ser um fardo para a sociedade.

Os dois não tinham muitas opções, então decidiram criar um projeto para ganhar dinheiro fazendo boas ações. Eles começaram a plantar árvores. “Wenqi me convenceu que juntos poderíamos conseguir qualquer coisa”, lembra Haixia.

“Eu sou as mãos dele e ele é os meus olhos”, diz Haixia.

A Razão

Durante anos, a poluição de uma pedreira fez grandes estragos ​​no campo e transformou tudo em um terreno deserto e sem vida selvagem. O ar e a água contaminados já ameaçavam a aldeia em que os dois viviam.

Eles então alugaram um local de 7,5 hectares com o governo, perto da margem de um rio, e ganhavam uma quantidade modesta de dinheiro para plantar árvores para as futuras gerações. Além disso, suas famílias puderam viver às margens dos rios.

Eles começaram a plantar em 2002. No primeiro outono plantaram 800, mas quando retornaram na primavera ficaram  tristes em saber que apenas duas árvores sobreviveram. Mas isso não impediu que eles insistissem no trabalho.

Os amigos fizeram o impensável e em 15 anos eles transformaram um trecho extenso, que já era uma planície seca, em uma floresta exuberante.

Estima-se que Wenqi e Haixia tenham plantado mais de 10 mil árvores , o que atraiu um número significativo de aves e outros animais, ajudando a preservar a ecologia e a proteger suas aldeias de inundações.

Rotina

Todos os dias eles se levantam muito cedo e deixam suas casas para atravessar o rio. Sem dinheiro suficiente para comprar sementes ou novas plantas, eles são responsáveis ​​pela seleção e extração de mudas de outras árvores que cresceram na área e que se tornarão as novas plantas.

Haixia usa seu ombro para ajudar seu amigo a subir ao topo das árvores que plantaram anos atrás para cortar os ramos. Ao descer eles cavam os buracos, plantam as mudas e cuidam da irrigação.

A boa ação desses homens não passou despercebida, e as pessoas deram demonstrações de apoio à causa depois que sua história foi divulgada pela mídia chinesa.

A disposição desses dois amigos, apesar de suas limitações, é realmente inspiradora. Torcemos para que eles sejam retribuídos por todo o esforço e bem que eles fizeram pelo planeta.

Fonte: Viralistas

POSTS PATROCINADOS